Iniciativa liga jovens do ensino secundário a tecnológicas nacionais

Programa “Imersão em Ambiente Empresarial” visa apoiar e incentivar o empreendedorismo jovem no país. Start-ups podem inscrever-se até 30 de junho para receberem estudantes.

Por Sónia Santos Silva

As tecnológicas portuguesas que queiram contribuir para dar a conhecer o ecossistema empreendedor nacional a jovens estudantes já podem fazê-lo através da atividade de “Imersão em Ambiente Empresarial”.

Dinamizada no âmbito do projeto Portugal Empreende 4.0, que visa apoiar o empreendedorismo jovem no país, esta iniciativa vai permitir aos alunos do 3º Ciclo e do Ensino Secundário um contacto direto com a realidade diária naquelas empresas. 

O foco da atividade está na capacitação dos jovens para valorizarem a tecnologia, a criatividade e o empreendedorismo em indústrias emergentes, como a Inteligência Artificial, a Internet das Coisas, Big Data, Data Analytics ou a Automação e Robótica. Além desta sensibilização, o objetivo passa por incentivar os estudantes à criação do próprio negócio e de novas empresas.

Com a implementação deste programa, quer-se alcançar, pelo menos, 50 jovens com o apoio de start-ups das regiões Norte, Centro e Alentejo. Os estudantes terão, depois, a possibilidade de “mergulhar” nas empresas que se inscreverem para acolher os alunos.

Estas atividades de imersão envolvem visitas, durante um dia, às instalações físicas das start-ups e o contacto com empreendedores e com processos produtivos inovadores.

“Esta atividade vai promover junto dos alunos uma sensibilização intensiva para os domínios da tecnologia, inovação e empreendedorismo. Queremos que os jovens sejam incentivados a enveredar por uma carreira na área tecnológica”, adianta Ricardo Rato, diretor de Investigação e Desenvolvimento do ISQ – Instituto da Soldadura e Qualidade, uma das entidades promotoras do Portugal Empreende 4.0.

Para Ricardo Rato, “estamos perante uma grande oportunidade para as nossas start-ups serem uma parte ativa na promoção do empreendedorismo nacional. Ao participarem na iniciativa, as tecnológicas estão a contribuir para, a médio e longo prazo, aumentar o número de jovens em idade ativa envolvidos no crescimento de um ecossistema tecnológico mais robusto e gerador de mais rendimento. Em última análise, estamos a criar jovens que atraiam mais investimento e mais riqueza para o país”.

As inscrições para a atividade de Imersão Empresarial estão abertas até 30 de junho. As start-ups interessadas podem candidatar-se através do site https://www.ptempreende40.pt/.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado