CTT procuram start-ups para projeto na área da mobilidade

A start-up selecionada para o programa “Mobility Booster” terá um financiamento de 35 mil euros. As candidaturas estão abertas até ao dia 9 de julho.

Os CTT – Correios de Portugal estão à procura de start-ups para a participação no programa “Mobility Booster”, dinamizado pela BGI SA, para o desenvolvimento de um projeto-piloto para os CTT. As start-ups interessadas podem candidatar-se, até 9 de julho, na página do programa.

Os CTT foram convidados a apresentar um conjunto de desafios na área da mobilidade e, para responder a este desafio, a BGI realizará um processo de identificação e seleção de start-ups com soluções que se enquadrem nos desafios propostos pelos CTT.

A start-up selecionada para o programa, que tem uma duração de 8 meses, terá um financiamento de 35 mil euros do Institute of Innovation & Tehnology – EIT Urban Mobility, parceiro da BGI, para desenvolver um piloto para os CTT.

Após o fecho das candidaturas, no dia 9 de julho, será escolhida a start-up que participará no piloto, sendo também desenvolvido o trabalho de mentoria e bootcamp, que decorrerá até dezembro de 2022. 

Programa desenvolvido em quatro países

Este programa de Open Innovation é realizado em Portugal, Bulgária, Grécia e Malta e conta com o envolvimento de seis grandes empresas e de 30 startups.

Com esta iniciativa, os CTT, através do programa 1520 Startup Program, passam a fazer parte da rede internacional EIT Urban Mobility e a ter acesso a parceiros da rede, criando assim mais um canal de identificação de start-ups para o programa de interação com start-ups da empresa e também para o fundo de investimento Techtree.

O programa 1520 Startup Program desenvolve e apoia start-ups nacionais e contribui em simultâneo para o desenvolvimento do seu próprio ecossistema. O programa de interação com start-ups visa abrir as portas dos CTT ao respetivo ecossistema, procurando projetos que se enquadrem no negócio, potenciando áreas de colaboração conjunta e com os benefícios recíprocos que daí advêm.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado