Huawei Portugal entrega 50 bolsas universitárias no valor total de 250 mil euros

A Estufa Fria, em Lisboa, foi palco para a cerimónia oficial que reconheceu o mérito académico de meia centena de estudantes nacionais,

A primeira edição do Programa de Bolsas Universitárias da Huawei Portugal, que recebeu mais de 3000 candidatos provenientes de todo o território continental e ilhas, consagrou o desempenho académico de 50 estudantes do ensino superior das áreas da engenharia e tecnologia numa cerimónia ocorrida ontem à noite na Estufa Fria, em Lisboa.

Perante a plateia de convidados, entre eles o grupo de jurados composto por uma dezena de individualidades de destaque que criteriosamente seleccionou os 50 candidatos a quem foram atribuídas as bolsas, o CEO da Huawei Portugal fez questão de congratular todos os estudantes presentes pela conquista alcançada. “Este programa de bolsas universitárias é uma oportunidade única para quem quer investir no seu futuro, e os estudantes aqui reconhecidos serão os líderes de amanhã”, disse Tony Li. 

Corroborando as palavras do responsável máximo da Huawei Portugal, Luisa Ribeiro Lopes, presidente do .PT, entidade parceira desta iniciativa, por sua vez salientou que  “a aposta na educação e na capacitação de profissionais em áreas como a engenharia e a tecnologia tem sido determinante para a afirmação do País à escala global, principalmente num momento em que a transição digital é uma realidade incontornável, sobretudo para aquelas e aqueles que querem posicionar-se no pelotão da frente”.

Entre os 50 bolseiros, sendo que cerca de metade é do género feminino, encontram-se estudantes com diversos graus académicos, da licenciatura ao doutoramento, com especial incidência para a licenciatura (40% dos alunos) e para jovens entre os 18 e os 23 anos (72%). Dos vários cursos existentes nas áreas STEM (sigla em inglês para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática), os de Engenharia Informática, Engenharia Eletrotécnica de Computador e Engenharia Informática alcançam a maioria, com 28 estudantes no total.  

Face aos resultados alcançados por esta iniciativa da Huawei Portugal, Elvira Fortunato, ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, subiu ao palco para dirigir algumas palavras aos bolseiros, referindo que “é precisamente através de programas como este impulsionado pela Huawei que também se torna possível concretizar uma das prioridades do País, em concreto o investimento no desenvolvimento de competências para responder à transição digital”. A governante relembrou ainda que a iniciativa da Huawei merece especial destaque não só por “investir no apoio à capacitação das gerações do futuro” em áreas no âmbito das engenharias e da tecnologia, mas igualmente “por respeitar o princípio da paridade do género”, com a atribuição de metade das bolsas a jovens estudantes do sexo feminino.    

O Programa de Bolsas Universitárias da Huawei Portugal, empresa que ao longo dos mais de 17 anos de permanência no nosso país tem vindo a investir na capacitação do talento nacional para formar novas gerações alinhadas com os desafios de transição energética e digital, além de ser planeado em estreita colaboração com o .PT, contou ainda com a contribuição do INCoDe.2030 e da Comissão para a Cidadania e a Igualdade do Género, e com os apoios do Portugal Digital e da Secretaria de Estado para a Cidadania e a Igualdade.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado