Meight financia-se em 1,3 milhões de euros para acelerar expansão e recrutamento

Criada em 2018, a Meight é uma startup portuguesa que criou uma plataforma de inteligência artificial que é capaz de prever, monitorizar e gerir as operações de terreno, do transporte de mercadorias, nomeadamente a gestão de consumo de combustível e de todas as tarefas de trabalho.

A Meight, startup portuguesa que criou uma plataforma que é capaz de prever, monitorizar e gerir as operações do transporte de mercadorias, nomeadamente a gestão de consumo de combustível e de todas que são realizadas no terreno, fechou com sucesso uma ronda de financiamento Seed no montante de 1,3 milhões de euros.

O financiamento foi liderado sociedade de capital de risco portuguesa Faber e contou ainda com a participação da holding familiar Lusiaves SGPS, da sociedade de capital de risco alemã Superlyst, do European Institute of Innovation and Technology (EIT) e de um sindicato estratégico de business angels, como Ryan Petersen, os fundadores da Unbabel e a sociedade de capital de risco Dispatch Ventures.

Criada em 2018, a Meight é uma startup portuguesa que criou uma plataforma de inteligência artificial que é capaz de prever, monitorizar e gerir as operações de terreno, do transporte de mercadorias, nomeadamente a gestão de consumo de combustível e de todas as tarefas de trabalho. Deste modo, a Meight entra no mercado com uma ferramenta única dedicada a auxiliar o trabalho dos motoristas, suportada por uma infraestrutura capaz de gerir proactivamente o processo de condução de veículos pesados de carga, com o objetivo de aumentar a sua eficiência e segurança, assim como das várias tarefas acessórias que os motoristas têm de realizar para garantir um bom serviço de transporte de mercadorias. A solução consta de uma plataforma que conecta com os vários serviços existentes, nomeadamente de  telemetria, gestão de recursos, gestão de tráfego, etc… recolhe resultados e, através de machine learning, processa os dados e transmite aconselhamento ativo, e em tempo real, aos motoristas através de um smartphone.

O financiamento captado vai permitir à Meight acelerar a sua estratégia de expansão, com enfoque na Alemanha, bem como o seu processo de recrutamento, sobretudo de engenheiros de software, para continuar o desenvolvimento da infraestrutura de dados.

“Na Meight acreditamos que em cada viagem, transportadoras e motoristas podem gastar menos e usar menos recursos. A Meight traz tecnologia para uma indústria antiga que carece de recursos e know-how para entrar na nova era digital. Os motoristas profissionais não vão desaparecer, a condução autónoma não é a resposta para uma indústria complexa, pelo que precisamos de encontrar alternativas para impulsionar um dos mais fascinantes, e com maior impacto, contribuintes para o comércio mundial”, afirma Luís Mendes, CEO da Meight.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado