CES 2022: Bosch reforça aposta em soluções conectadas e inteligentes – por uma melhor qualidade de vida e mais ação climática

Em casa, na estrada, no trabalho, no hospital ou mesmo em órbita: a Bosch lança na CES uma cmapanha com a ideia de que esta no mercado para melhorar o dia-a-dia de pessoas em todas as esferas da vida com soluções inteligentes e conectadas. Ao mesmo tempo, a empresa está a explorar novas áreas de negócios por meio de software, serviços e licenças. “Estamos a digitalizar sistematicamente o nosso negócio principal para aumentar os benefícios para os nossos clientes. No futuro, pretendemos transformar a venda de cada produto digital numa receita também com base em serviços”, disse Tanja Rückert, diretora digital do Grupo Bosch, na CES em Las Vegas. Para alcançar esse objetivo, a Bosch está a focar-se na conexão da IoT com a IA – por outras palavras, está a conectar a internet das coisas (IoT) com a inteligência artificial (IA).

Isto cria um círculo virtuoso no qual produtos conectados entregam informações que, por sua vez, são processadas por meio de IA e incorporadas nas atualizações de software desses produtos. No centro desta abordagem está o benefício para os clientes, uma vez que possibilita que os utilizadores sejam uma parte integrante do processo de desenvolvimento e permite que as soluções sejam adaptadas precisamente às suas necessidades. Além disso, nem o desenvolvimento nem a criação de valor terminam com a venda dos produtos. “Vemos a combinação de IA e IoT como a chave para aproveitar ao máximo os benefícios para o utilizador de ambas as tecnologias”, explica Rückert. “Além de nos permitir desenvolver novos modelos de negócio, essa abordagem ajuda-nos a oferecer melhores produtos e soluções que proporcionam valor agregado real para os indivíduos e para a sociedade como um todo.”

Expandir a experiência em software:

A Bosch lançou as bases para isso já a algum tempo. A partir do novo ano, todas as classes de produtos eletrónicos serão conectáveis. Só as vendas de ferramentas elétricas conectadas, eletrodomésticos e sistemas de aquecimento cresceram 50 por cento num ano – de quatro milhões de unidades em 2020 para mais de seis milhões em 2021. Com o Centro de Inteligência Artificial da Bosch (BCAI), a empresa estabeleceu uma forte unidade no campo da IA que já contribuiu com cerca de 300 milhões de euros para o resultado.

Além disso, a empresa investe um total de mais de quatro mil milhões de euros todos os anos na sua competência em software, cerca de três mil milhões dos quais vão para o negócio de mobilidade. Para moldar o futuro da mobilidade definido por software, a Bosch vai também reunir numa unidade as atividades de desenvolvimento de software de aplicação independente, já a partir de meados de 2022. No futuro, sob a égide de sua subsidiária ETAS GmbH, a empresa irá desenvolver e vender software básico para veículos, middleware, serviços na cloud e ferramentas de desenvolvimento para aplicação universal. A Bosch está também a avançar no que diz respeito à condução conectada e autónoma. Nos últimos cinco anos, a empresa gerou cerca de nove mil milhões de euros em vendas apenas com sistemas de assistência ao condutor e os sensores associados.

Bosch Tech Compass: uma pesquisa realizada em cinco países por todo mundo

O Bosch Tech Compass – uma pesquisa representativa realizada em cinco países e apresentada pela primeira vez na CES – mostra o que as pessoas em todo o mundo esperam das novas tecnologias. De acordo com esta pesquisa, a maioria dos entrevistados (72 por cento) está convencida de que o progresso tecnológico está a tornar o mundo um lugar melhor, como por exemplo enquanto ferramenta para combater as alterações climáticas (76 por cento).

Ao mesmo tempo, quatro em cada cinco pessoas consideram que a tecnologia deve estar mais focada em enfrentar os grandes desafios do nosso tempo, em vez de responder às necessidades individuais. “Na Bosch também acreditamos que a tecnologia oferece uma ampla gama de benefícios”, afirma Rückert. “Quando falamos sobre alta tecnologia, não estamos a falar apenas desafiar os limites, usamos a tecnologia como meio para melhorar a vida das pessoas onde quer que estejam”.

Do espaço à medicina pediátrica: o sistema de sensores Bosch SoundSee

Um exemplo do benefício da IA e da conectividade é o sistema de sensor SoundSee. Desde o final de 2019, este sensor tem viajado pelo espaço para identificar sons incomuns na ISS, usando algoritmos de IA para analisar e indicar quando é necessária a manutenção. Agora, em colaboração com a empresa de saúde sem fins lucrativos Highmark em Pittsburgh (EUA), a Bosch está a apostar na procura por uma aplicação totalmente realista dessa tecnologia, investigando de que forma a IA de áudio pode ser usada como uma ferramenta de diagnóstico em medicina pediátrica. Especificamente, a Bosch e a Highmark estão a trabalhar para adaptar os sensores de uma forma que lhes permita detetar condições pulmonares, como asma, num estágio inicial, com base apenas na audição dos padrões de respiração das crianças. “Usar tecnologia inovadora para melhorar a saúde das crianças – é exatamente o que queremos dizer com alta tecnologia”, explica Mike Mansuetti, presidente da Bosch na América do Norte. O uso do SoundSee na medicina ilustra também o entendimento por parte da Bosch no que diz respeito ao seu imperativo estratégico “Invented for life”.

O novo sensor de gás da Bosch – o primeiro no mercado a conter IA – serve para proteger os humanos e a natureza. Parte do Silvanet Wildfire Sensor do Dryad, é essencialmente um nariz digital que ajuda a detetar incêndios florestais desde o início. Os sensores Dryad são fixados em árvores, onde monitorizam continuamente o microclima local para detetar incêndios incipientes – e para notificar via rede sem fio as autoridades locais, muito antes que sistemas baseados em câmaras ou satélites o possam fazer. Isto não só pode proteger contra a devastação pelo fogo, como também reduzir as emissões globais de carbono dos incêndios florestais. “Esses sensores vão ajudar a salvar vidas, casas e toneladas de CO2 da atmosfera – tudo graças à IA e á conectividade”, diz Mansuetti.

“High-tech #LikeABosch”: nova campanha para soluções inteligentes

Uma nova e divertida campanha da Bosch mostra as soluções que a empresa desenvolveu para melhorar as pequenas coisas no dia a dia das pessoas. Sob o lema de “High-tech #LikeABosch – com muitas soluções conectadas, inteligentes e sustentáveis”, a sua protagonista leva os espectadores numa viagem pela sua rotina diária utilizando várias soluções da Bosch: de óculos inteligentes a uma e-bike conectada, ou passe de acesso digital para o trabalho. Tudo isto faz com que o seu filho adolescente, que no início do vídeo apelida a sua mãe de “old school”, pareça afinal fora de alcance.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado