Anturio cria nova unidade de negócio para o mercado internacional

A Anturio Systems vai contar com 10 novos recursos e entrar em mercados externos já em 2022. Objetivo é representar 50% da faturação global da Anturio, com 20% de negócio além-fronteiras.

A Anturio acaba de lançar uma nova área de negócio com os olhos postos no  mercado internacional. A Anturio Systems é uma área especializada em consultoria e transformação digital em 4  setores de atividade: Construção, Produção, Distribuição e TI. Esta nova unidade de negócio vai auxiliar as empresas  do midmarket na transformação digital, através dos processos de negócio, com profissionais especializados e  conhecedores de cada uma das áreas. O objetivo é ambicioso e passa por representar 50% da faturação global da  Anturio em 3 anos, sendo 20% de mercados internacionais. 

“Fornecendo também todos os sistemas de informação que vão facilitar esta transformação, o objetivo da Anturio  Systems é posicionarmo-nos como especialistas nestes setores e não como fornecedores de software, demarcando nos de toda a concorrência e criando valor de consultoria setorial”, explica Duarte Miguel Freitas, CEO da Anturio. 

“A ideia de uma marca e domínio diferentes é passar em 2022 para uma expansão internacional também nestes  setores. Desta forma eliminamos o ruido de informação de outras áreas e transversais e focamos só no que interessa  a este tipo de cliente: o seu negócio e a sua realidade”, avança o CEO. 

Para esta aposta internacional, a Anturio vai contratar 10 novos recursos no espaço de 3 meses. Para já, a empresa  está a trabalhar em Portugal e onde já tem presença internacional: Espanha, Angola e Moçambique. Mas, para 2022,  estão previstos novos mercados internacionais. 

Esta nova unidade de negócio funcionará com outro tipo de consultores, especializados nos processos destes setores,  com um budget e estratégia independentes a nível de marketing. Terá casos de estudo, soluções fechadas e conteúdo  dedicado. O objetivo é alavancar a dimensão da empresa substancialmente nos próximos anos, a nível nacional e  internacional. 

“São soluções próprias que funcionam totalmente integradas no ERP PHC, de forma a facilitar qualquer tipo de  ligação a potenciais módulos transversais, como as áreas de gestão, financeira, CRM, frota e outras. Serão soluções  fechadas atualizadas anualmente com novas funcionalidades, com base nas necessidades dos clientes”, refere  Duarte Miguel Freitas. 

A internacionalização é um objetivo assumido desde o início, até porque “se trata de áreas que funcionam  sensivelmente da mesma forma além-fronteiras – ao contrário da gestão, contabilidade e salários -, facilitando a  adaptação e consultoria nestes setores num formato fechado cloud, sempre com possibilidade de adaptação a cada  uma das empresas”, acrescenta. 

A Anturio Systems está a abordar o mercado de forma faseada, começando pela construção, depois seguindo para a  distribuição e mais tarde para a produção e TI. A empresa entende que desta forma, é possível focar os esforços em cada uma das áreas, de  forma a obter o máximo de retorno do investimento.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado