Ericsson lança Intelligent Automation Platform para redes mais inteligentes

Uma solução nativa da cloud vai funcionar em novas redes 4G e 5G, como nas já existentes, e dará apoio a diversos fornecedores e tecnologias RAN, incluindo RAN concebida para o efeito e Open RAN.

Com base nas ofertas existentes, incluindo o portefólio de RAN na cloud e Núcleo de 5G de modo dual nativo na cloud, a empresa está a acrescentar a Plataforma de Automação Inteligente e um conjunto de rApps, que constituem o próximo passo natural para construir as redes do futuro.

A solução facilita a inteligência artificial (IA) e a automação, melhorando o desempenho da rede, a eficiência operacional e a experiência do cliente, no sentido de ajudar a criar redes mais inteligentes.

Uma solução nativa da cloud vai funcionar em novas redes 4G e 5G, como nas já existentes, e dará apoio a diversos fornecedores e tecnologias RAN, incluindo RAN concebida para o efeito e Open RAN.

Tal proporcionará uma melhor opção de escolha para os fornecedores de serviços de comunicação, à medida que desenvolvem as respetivas redes. O investimento da Ericsson nesta plataforma reflete os contributos da empresa para o desenvolvimento no setor de tecnologias de Open RAN.

A Plataforma de Automação Inteligente da Ericsson automatiza a RAN utilizando a IA e as rApps com funcionalidades distintas. Com um funcionamento idêntico ao de um sistema operativo que automatiza operações e recursos e identifica melhorias a implementar em toda a rede, esta plataforma inclui um controlador inteligente de RAN não-imediato (CIR não-imediato) compatível com as rApps.

A plataforma oferece suporte à inovação do ecossistema, permitindo que os programadores de software criem produtos por meio de um kit de ferramentas de desenvolvimento de software. Será disponibilizado na plataforma, em quatro domínios, um conjunto de rApps da Ericsson com características comprovadas: implementação automatizada eficiente, reparação da rede, evolução da rede e otimização da rede. O conjunto continuará a crescer em colaboração com os clientes.

Jan Karlsson, Vice-presidente Sénior e Chefe dos Serviços Digitais da Área Comercial da Ericsson, afirma: “Adotamos o princípio de abertura e a evolução para arquiteturas de rede aberta. Tendo como ponto de partida a nossa oferta de RAN na cloud, estamos a dar mais um grande passo no sentido da criação da rede do futuro digital com o lançamento da Plataforma de Automação Inteligente da Ericsson, que essencialmente possibilita redes móveis mais inteligentes. Aguardamos com expetativa poder fornecer aos nossos clientes uma plataforma aberta que possibilite a eficiência operacional, melhore a experiência do cliente e motive a inovação de serviços. Estou satisfeito por conhecer as reações dos nossos clientes que já estão confiantes em relação ao novo produto e é com expetativa que encaramos o desenvolvimento futuro e a inovação”.

Neil McRae, Diretor-geral de Arquitetura e Estratégia, Arquiteto-chefe do Grupo BT, afirma: “Na BT, estabelecemos ligações permanentes e inovamos constantemente para fornecer os melhores serviços aos nossos clientes. À medida que nos expandimos e modernizamos, através da criação de redes mais fiáveis num maior número de locais, a gestão da complexidade das redes pela automação é fundamental para garantir uma experiência da melhor qualidade aos nossos clientes.  Estou satisfeito por ver que a Ericsson está a lançar a Plataforma de Automação Inteligente para automação de redes, tendo por base o conceito O-RAN Alliance Service Management and Orchestration (SMO). A visão da Ericsson para alargar esse conceito e apoiar tanto a Open RAN como as redes 4G e 5G já existentes, utilizando um único painel de vidro funcional, representa uma abordagem inovadora”.

Por sua vez Toshikazu Yokai, Diretor Executivo e Diretor-chefe de Tecnologia Móvel da KDDI, afirmou: “A KDDI reconhece a importância da (SMO) e da automação para alcançar operações de rede ideais em ambientes de múltiplos fornecedores, de RAN concebida para o efeito e de Open RAN. A SMO combinada com um kit de ferramentas de desenvolvimento de software tem o potencial de promover a inovação e a diversidade de rApps, estimulando a inovação dos fornecedores de telecomunicações e dos fornecedores de software, para a otimização do desempenho da rede, a melhoria da eficiência operacional e a evolução das experiências proporcionadas ao cliente. A KDDI prevê que SMO e Non-Real-Time RAN Intelligent Controller aperfeiçoem o comportamento da RAN e garantam acordos de nível de serviço baseados de forma dinâmica em requisitos de serviço específicos de divisões. A KDDI aguarda com expetativa a colaboração com a Ericsson a fim de explorar o potencial destas soluções”.  

Sue Rudd, Diretora de Redes e Plataformas de Serviço da Strategy Analytics, acrescentou: “A Plataforma de Automação Inteligente da Ericsson acrescenta escalabilidade, desempenho e simplicidade de operações ao ambiente cada vez mais complexo das redes móveis, incluindo RAN concebida para o efeito e Open RAN. A competência demonstrada ao longo do tempo por parte da Ericsson em matéria de redes via rádio e repartição de rede completa, em paralelo com a sua participação ativa na O-RAN ALLIANCE e liderança na automação de redes da ONAP, permitiu-lhe criar esta plataforma poderosa para ajudar os clientes a maximizarem o seu retorno do investimento através da prestação inteligente de serviços de elevada qualidade aos seus clientes finais. O registo comprovado da Ericsson na instrumentalização de serviços de múltiplos fornecedores e na automação de operações abertas fazem da empresa um excelente parceiro para programadores de rApps e integradores de sistemas que podem potenciar este conjunto de ferramentas e ambiente de desenvolvimento exclusivos”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado