Huawei inaugura novo centro de tecnologia europeu em Madrid

Este hub começa a funcionar com 160 colaboradores e tem como objetivo prestar suporte técnico a empresas de telecomunicações em 10 países do continente.

O 'hub' começa a funcionar com 160 colaboradores e tem como objetivo prestar suporte técnico a empresas de telecomunicações em 10 países do continente incluido Portugal.
Li Peng, presidente da Huawei Europa; 
Isabel Díaz Ayuso, presidente da Comunidade de Madrid e Eric Li, CEO da Huawei em Espanha.

A Huawei abriu o seu centro tecnológico europeu em Madrid (Centro de Serviços Regionais) para prestar apoio técnico a empresas de telecomunicações de 10 países do continente (Portugal, Alemanha, Reino Unido, Irlanda, França, Itália, Bélgica, Holanda, Suíça e Espanha). O espaço terá uma mão-de-obra de 160 colaboradores e tentará fornecer soluções baseadas na automação e implementar novas funcionalidades para a evolução da rede sem fios e de transportes. Durante a cerimónia de apresentação, o presidente da empresa no Velho Continente, Li Peng, destacou a força da Huawei na Europa com mais de 10.000 trabalhadores e a sua importância como “um dos mercados mais estratégicos para a nós. Queremos ser líderes em infraestruturas de TIC e trazer a digitalização para a sociedade como um todo. Escolhemos Madrid porque nestes 20 anos tem sido um cenário transparente e justo nas suas políticas industriais.”

Da mesma forma, o gestor salientou que em 2020 o investimento em I&D da Huawei ascendeu a 20 mil milhões de dólares, representando 15% das suas receitas. “Isto coloca-nos em terceiro lugar em termos de investimento em I&D na União Europeia (UE)”. Por seu lado, Eric Li, líder da Huawei em Espanha, afirmou que o novo hub “também vai medir a capacidade de inovação de Espanha e, especificamente, Madrid, um conjunto de talentos que queremos continuar a apoiar”. Além disso, a empresa fez referência à importância da cibersegurança, um dos pilares sobre os quais a empresa mais se esforça devido aos problemas que tem tido com as administrações públicas dos Estados Unidos, do ponto de vista das normas de trabalho.

O evento contou ainda com a presença da Presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, que não hesitou em afirmar que ” Madrid se tornou o principal centro tecnológico do sul da Europa. O facto de a Huawei nos ter escolhido é mais um sinal de que as nossas políticas estão a funcionar. Da mesma forma, Ayuso acredita que “a inovação é essencial para um crescimento económico robusto e sustentado ao longo do tempo”. Somos a região mais digitalizada da Europa e com as melhores infraestruturas de telecomunicações. A digitalização exige que nos adaptemos a este ambiente com o compromisso de nos tornarmos o nó da economia digital do continente.”




Deixe um comentário

O seu email não será publicado