Aplicações RestaurArte e MyOwn vencem 7ª Edição do Apps for Good

Na 7ª Edição do Apps for Good foram atribuídos 11 prémios, sendo a ‘RestaurArte’ a aplicação vencedora do 1º Prémio da linha do secundário, criada pelos jovens da Escola Secundária de Paços de Ferreira, que permite facilitar a comunicação entre os profissionais do restauro de móveis e os clientes.

Fundação Calouste Gulbenkian

A Fundação Calouste Gulbenkian foi, mais uma vez, palco da grande final da maior competição nacional pela melhor aplicação criada por jovens para resolver problemas sociais. Na 7ª Edição do Apps for Good foram atribuídos 11 prémios, sendo a ‘RestaurArte’ a aplicação vencedora do 1º Prémio da linha do secundário, criada pelos jovens da Escola Secundária de Paços de Ferreira, que permite facilitar a comunicação entre os profissionais do restauro de móveis e os clientes.

Nos segundo e terceiro lugares do Ensino Secundário ficaram, respetivamente, a ‘UniAccess’, da Escola Secundária da Quinta do Marquês, que pretende ajudar os estudantes do ensino secundário a escolher o curso e a universidade, e a ‘SafeShop’, da Escola de Novas Tecnologias dos Açores, que pretende ajudar as pessoas a saberem se um espaço comercial está lotado ou se podem dirigir-se para fazer as suas compras.

Da linha do Básico, a 1ª melhor aplicação foi para a ‘MyOwn’ da Escola Secundária Camilo Castelo Branco em Vila Nova de Famalicão  – uma app que permite identificar com rapidez e fiabilidade o dono das peças de roupa e os objetos perdidos – o segundo lugar foi atribuído à ‘Eco Benefit’ da Escola Básica Irmão Passos em Matosinhos – que tem por objetivo reduzir o impacto da poluição – e o terceiro lugar à ‘4Planet’ da Escola Secundária Camilo Castelo Branco – que pretende que todos os utilizadores sejam desafiados a reduzir a sua pegada ecológica, adotando comportamentos sustentáveis.

O Prémio do Público foi atribuído à aplicação ‘UpCM’ do Colégio Militar, que tem como objetivo facilitar a troca, venda e doação de fardas, e o Prémio Jovem Aluna.PT foi atribuído à aluna Evina Pimenta da aplicação ‘11 Fontes’.

Já o Prémio Tecnológico foi entregue à aplicação ‘AquaSaver’ da Escola Secundária da Maia, o Prémio Cooler Planet foi entregue à app ‘Movel4You’, da Escola Secundária de Paços de Ferreira, enquanto o Prémio Future Up foi atribuído à aplicação ‘Green Tasks’.

A grande final decorreu durante a tarde de ontem, dia 29 de setembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, e contou com 22 equipas de alunos e professores finalistas que demonstraram o trabalho desenvolvido ao longo do último ano letivo, apresentando as suas ideias (Apps) que solucionam problemas reais..




Deixe um comentário

O seu email não será publicado