PHC foca-se num modelo híbrido no regresso dos seus colaboradores

Tendo inaugurado uma nova sede, a House of Digital Business, em maio, a PHC apresenta agora um novo modelo de trabalho híbrido.

A empresa desenhou um modelo pensado e desenvolvido à medida, do que entende ser, a cultura organizacional da tecnológica, tendo como principais objetivos a contínua adaptação à nova realidade do  mercado de trabalho, mas também a promoção do bem-estar e felicidade dos seus  colaboradores. 

O novo modelo, intitulado 3A 2R 1P, significa “Alta responsabilidade com Alta  flexibilidade para Alta produtividade” e foi totalmente projetado para ser ágil, adaptável  e produtivo, uma vez que é ajustável às necessidades de cada colaborador e respectivas  equipas. Este, confere, ainda, aos colaboradores da PHC maior flexibilidade e  responsabilidade para potenciar a sua performance e produtividade no cumprimento  dos seus objetivos.  

“É um modelo simples e altamente personalizado, que combina dois dias de presença  obrigatória no escritório para trabalho coletivo e criativo, sendo os restantes três dias  flexíveis e personalizáveis e definidos à medida de cada função. Desta forma,  conseguimos combinar o potêncial produtivo de deep-work do modelo remoto com o  incentivo e colaboração do modelo presencial, encontramos o equilibrio perfeito entre a  máxima produtividade e uma cultura forte e colaborativa”. Conclui, Ricardo Parreira,  CEO na PHC Software.  

Neste modelo, estão, ainda, previstos dois dias obrigatórios variáveis de trabalho no  escritório, ajustado a cada equipa, com o intuito de potenciar as relações interpessoais, de disponibilizar meios e ferramentas para as funções que não são compatíveis com o  trabalho remoto e de fortalecer a cultura organizacional. Além disso, será dada a  possibilidade a todos os colaboradores da PHC Software de poderem trabalhar dois  períodos em full-remote em qualquer localização geográfica que o colaborador escolher  exercer as suas funções.  

“Tivemos uma grande preocupação em encontrar um modelo que conjugasse o bem estar e a produtividade numa empresa em que a cultura desempenha um papel  fundamental da experiência de trabalho – como é o caso da PHC. E esse caminho é o  híbrido. Aliás, quando inquirimos os nossos colaboradores sobre o modelo a adotar, mais  de nove em cada dez pessoas escolheu um modelo com presença no escritório. 

Atualmente e mais do que nunca, as empresas estas deparam-se com um novo desafio,  o regresso das suas equipas aos escritórios. No entanto, o mercado de trabalho sofreu  algumas alterações que exigem um novo modelo — de trabalho híbrido. O 3A 2R 1P é  um caminho para o futuro do trabalho, este é pautado pela cultura de forte coesão,  flexibilidade e agilidade que está presente na mentalidade de todos os nossos  colaboradores.” Refere, Ricardo Parreira, CEO na PHC Software.  




Deixe um comentário

O seu email não será publicado