Talkdesk levanta 230M$ em ronda série D e triplica valorização para mais de 10 mil milhões de dólares

Durante este período, as receitas da organização continuaram a registar um grande crescimento para atingir os 16.900 milhões de dólares, e um aumento homólogo de 27%.

A unicórnio de ADN português de software na cloud para contact centers, anunciou o fecho da série D de financiamento. A tecnológica angariou 230 milhões de dólares e é agora avaliada em mais de 10 mil milhões de dólares, sendo considerada uma das empresas privadas mais valiosas no setor de SaaS e na indústria de software a nível mundial.

Este novo financiamento irá impulsionar a segunda década de crescimento da Talkdesk, uma vez que a empresa continua concentrada em expandir a sua presença a nível internacional, liderando em inovações de produtos relacionados com a experiência do cliente (CX), fornecendo um serviço de atendimento ao cliente meticuloso e detalhado e criando equipas diversificadas, equitativas e inclusivas.

“Para muitas organizações, o contact center está a tornar-se, rapidamente, um motor de resultados de negócios tangíveis e um trunfo para os atingir, e a Talkdesk tem vindo, desde a sua fundação, a desafiar o status quo e a habitual forma de atuação da indústria para tornar isto uma realidade. Estamos gratos pela confiança contínua na nossa estratégia e cada dia mais determinados sobre a nossa capacidade única de ajudar as empresas a proporcionarem experiências memoráveis aos clientes,” declara Tiago Paiva, fundador e chief executive officer da Talkdesk.

Equipa de liderança executiva cresce com primeira CFO da empresa

A nomeação de Sydney Carey, especialista na indústria de SaaS, é também um reflexo do amadurecimento corporativo da Talkdesk e torna a empresa única na indústria tecnológica, uma vez que metade dos cargos na equipa de liderança executiva são agora ocupados por mulheres. Carey junta-se após liderar com sucesso uma oferta pública inicial (IPO) na Sumo Logic. A sua vasta experiência financeira e operacional inclui funções executivas e de membro do conselho administrativo em contabilidade, planeamento financeiro, fusões e aquisições, relações com investidores, tesouraria, instalações, compliance e operações de TI/negócios.

“Estou orgulhosa de me juntar à Talkdesk neste momento crucial da empresa. Algumas das experiências mais gratificantes da minha carreira têm-se centrado em ajudar empresas inovadoras de rápido crescimento, como a Talkdesk, a gerir a aceleração, a escalar eficazmente para responder às mudanças que o negócio exige e a formalizar operações. Junto-me a uma equipa executiva brilhante e estou ansiosa por trabalhar ao lado de cada um destes líderes para levar a empresa à sua próxima década de crescimento transformacional” adianta Sydney Carey, chief financial officer da Talkdesk.

Antes da experiência na Sumo Logic, Sydney assumiu funções como CFO em várias empresas de rápido crescimento, como são exemplo a Duo Security (adquirida pela Cisco), a Apptus e a MangoDB. Adicionalmente, trabalhou também como presidente executiva e CFO na TIBCO Software, uma empresa de software pública e multimilionária. Atualmente, Sydney é também membro do executive board da Asana, a plataforma digital líder para a gestão de equipas.

Metas atingidas introduzem a próxima fase na missão de entregar um melhor caminho para uma excecional experiência do cliente

Nos últimos dois anos, a Talkdesk introduziu no mercado mais de 30 inovações de produto, abriu operações na Austrália, no Brasil, no Canadá, em França, na Alemanha, na Irlanda, em Itália, no México, nos Países Baixos, no Sudeste Asiático e em Espanha. Além disso, expandiu o seu ecossistema de revendedores, distribuidores de cloud, alianças estratégicas e parcerias de mercado AppConnect a mais de 300 parceiros contratados e milhares de subagentes. Duplicou o número de colaboradores para quase 2.000 e nomeou Laura Butler como a primeira chief human resources officer.

Esta recente ronda de financiamento, onde participaram novos investidores estratégicos – Whale Rock Capital Management, TI Platform Management, e Alpha Square Group – e investidores já existentes – Amity Ventures, Franklin Templeton, Top Tier Capital Partners, Viking Global Investors e Willoughby Capital – realça a confiança na posição que a empresa ocupa no mercado, assim como na sua tecnologia e no papel estratégico que a sua aplicação aos contact centers desempenha no fornecimento de experiências excepcionais aos clientes. Desde a sua fundação, a Talkdesk angariou um total de 498 milhões de dólares em financiamento.

No início desta semana, a Talkdesk voltou a ser reconhecida, pelo terceiro ano consecutivo, na lista anual Forbes Cloud 100, o ranking das 100 maiores empresas privadas na cloud do mundo. A Talkdesk subiu 36 posições e fixou-se no número 17, demonstrando a procura global de uma melhor forma de proporcionar grandes experiências aos clientes. Além disso, a Talkdesk foi recentemente nomeada líder no Quadrante Mágico da Gartner® de Contact Center as a Service de 2021.

Em abril, a Talkdesk fez história com o lançamento de um novo logotipo, uma nova tagline e uma campanha publicitária global e, neste período, mostrou também mais duas inovações: o Talkdesk Workspace, a primeira interface personalizável para equipas de contact center, e o Talkdesk Builder, um conjunto de ferramentas para personalização entre espaços de trabalho, encaminhamento, relatórios e integrações.

A Talkdesk está ainda a revolucionar e mudar o paradigma na experiência do cliente quando se trata de resolver os desafios específicos das diferentes indústrias. Em junho, a empresa revelou o Talkdesk Financial Services Experience Cloud TM e o Talkdesk Healthcare Experience Cloud TM, as primeiras soluções de contact center propositadamente construídas para as necessidades específicas dos serviços financeiros e dos cuidados de saúde, respetivamente.

Como parte da sua busca para revolucionar o mercado dos centros de contacto e automatizar 80% das interações com os clientes, a Talkdesk também introduziu a primeira ferramenta human-in-the-loop da indústria para contact centers e continua a baixar a barreira à adoção de soluções de inteligência artificial.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado