Google tem novas políticas para a segurança online com forte impacto na educação

Para tornar a navegação na web mais segura, as instituições de ensino (que leccionem dos 0 aos 12 anos) terão a tecnologia SafeSearch permitida por defeito, enquanto que a alteração para os modos de navegação Convidado e Anónimo para navegação na web serão desativados por defeito.

A empresa assume de forma responsável e transparente o seu compromisso na criação de produtos que sejam seguros por definição, privados pelo design e que colocam as pessoas no controlo. E embora não permita que as crianças com menos de 13 anos criem uma conta padrão da Google, trabalha no sentido de criar experiências de produto enriquecedoras especificos para crianças, adolescentes e famílias. Através do Family Link, permitimos que os pais criem contas supervisionadas para as crianças, definam limites de tempo no ecrã e muito mais. O programa de alfabetização digital da Google, o Be Internet Awesome ajuda as crianças a aprenderem como serem cidadãos digitais seguros e motivados; e as aplicações YouTube Kids, Kids Space e outras aplicações aprovadas pelos  professores no Play oferecem experiências personalizadas para o público mais jovem.

Alguns países estão a implementar regulamentações nesta área e, à medida que a empresa cumpre estas regulamentações, continua em busca de novas maneiras de desenvolver experiências consistentes de produto e controlos de utilizador para as crianças e adolescentes de todo o mundo.

Possibilitar aos menores de idade mais controlo sobre a sua pegada digital

Embora já disponibilize uma variedade de opções de remoção para as pessoas que utilizam a Pesquisa Google, as crianças correm um risco especial quando se trata de controlar as suas imagens na Internet. Nas próximas semanas, a Google vai apresentar uma nova política que permite que qualquer pessoa com menos de 18 anos, ou os seus pais ou tutores, solicite a remoção das suas imagens dos resultados de imagens da Google. Esta medida só peca por tardia e traz ao mundo da Internet uma capacidade de segurança que fica do lado das pessoas sem ter de recorrer a grandes complicações para remover uma foto mal usada.

Adaptar experiências de produto para crianças e adolescentes

Alguns dos produtos mais populares da Google ajudam as crianças e os adolescentes a explorar os seus interesses, a aprender mais sobre o mundo e a  ligarem-se com os amigos. A gigante americana esta empenhada em tornar, constantemente, estas experiências mais seguras para eles. É por isso que, no decorrer das próximas semanas e meses, vai realizar uma série de alterações nas Contas Google para menores de 18 anos:

  • YouTube: vai ajustar gradualmente a configuração de carregamento padrão para a opção mais privada disponível para os adolescentes dos 13 aos 17 anos. Além disso, vai reforçar as funcionalidades de bem-estar digital com maior destaque e fornecer proteção e educação sobre o conteúdo comercial. Saiba mais sobre estas mudanças aqui
  • Pesquisa: a Goolge tem uma variedade de sistemas, ferramentas e políticas que são desenvolvidas para ajudar as pessoas a descobrirem conteúdo na web, sem correrem o risco de serem surpreendidas com conteúdo adulto que não tenham pesquisado. Uma das proteções que disponibilizamos é o SafeSearch,  que ajuda a filtrar resultados explícitos, quando ativado, e que, inclusivamente, já está ativado por defeito para todos os utilizadores conetados com menos de 13 anos que têm contas geridas pelo Family Link. Nos próximos meses, vamos ativar o SafeSearch para utilizadores conetados existentes com menos de 18 anos e tornar esta a configuração padrão para adolescentes que tenham novas contas. 
  • Assistente: a empresa esta a trabalhar para evitar que conteúdo adulto apareça durante a experiência de uma criança com o Google Assistente nos dispositivos que são partilhados e, nos próximos meses, vamos apresentar novas proteções padrão. Por exemplo, vamos aplicar a tecnologia SafeSearch ao navegador da web nos dispositivos inteligentes. 
  • Histórico de localização: o Histórico de localização é uma configuração da conta Google que ajuda a tornar os seus produtos mais úteis. Já está desativado por defeito para as contas, e os menores de 13 anos não têm a opção de ativar o Histórico de localização. Indo um pouco mais além, brevemente, a Google quer estender a opção para os utilizadores menores de 18 anos em todo o mundo, o que significa que o Histórico de localização permanecerá desativado (sem a opção de o ativar).
  • Play: Com base nos esforços como, as  classificações de conteúdo e as nossas “Aplicações aprovadas por professores” para conteúdo infantil de qualidade, a Google está a lançar uma nova seção de segurança que irá permitir aos pais saberem quais as aplicações que seguem as políticas para famílias. As aplicações terão que  divulgar mais detalhadamente como utilizam os dados recolhidos, tornando mais fácil para os pais decidirem se a aplicação é adequada para os seus filhos antes de a descarregarem. 
  • Google Workspace for Education: tal como anunciou recentemente, a empresa está a tornar muito mais fácil para os administradores personalizarem as experiências para os seus utilizadores de acordo com a sua idade (tal como restringir a atividade dos alunos no YouTube). E para tornar a navegação na web mais segura, as instituições de ensino (que leccionem dos 0 aos 12 anos) terão a tecnologia SafeSearch permitida por defeito, enquanto que a alteração para os modos de navegação Convidado e Anónimo para navegação na web serão desativados por defeito.



Deixe um comentário

O seu email não será publicado