KIT-AR é a startup vencedora do Programa Acelerador 5G

A startup criou e desenvolveu uma solução que utiliza tecnologias emergentes, como realidade aumentada e inteligência artificial, para reduzir a probabilidade de erro e potenciar a melhoria contínua nos processos da Indústria.

No Demo Day, fase final do programa que decorreu ontem, todas as startups apresentaram as suas soluções a parceiros empresariais e potenciais investidores, assim como a um júri representado por Jorge Graça e Pedro Abrantes, da NOS, João Tedim e Marta Sousa Monteiro, da AWS, Duarte Mineiro e Pedro Ribeiro Santos, da Armilar Venture Partners, Miguel Fontes e André Costa, da Startup Lisboa e Carolina Marçalo (mentora do Programa), que considerou a KIT-AR como detentora do projeto mais inovador e promissor de entre todos os finalistas, demarcando-se como a que melhor conseguiu aplicar as potencialidades da tecnologia 5G.

Graças à quinta geração da rede móvel é possível à KIT-AR recolher insights mais completos de todos os processos que decorrem numa unidade industrial, essenciais para a melhoria contínua das empresas deste setor. O 5G possibilita ainda o processamento de uma maior quantidade de dados a maior velocidade, permitindo à startup disponibilizar ao trabalhador, em tempo real, os métodos mais precisos e eficazes. A solução-piloto, que já se encontra no mercado, utiliza tecnologias emergentes, como a realidade aumentada e a inteligência artificial, com o objetivo de reduzir a margem de erro nas linhas de produção e potenciar a melhoria contínua dos processos industriais como um todo. 

Para Manuel Oliveira, CEO da KIT-AR, participar no Programa de Inovação Colaborativa NOS e AWS “precipitou o processo de integração de cenários 5G no desenvolvimento do produto da startup e a oportunidade de realizar testes reais com a rede 5G da NOS, que foram essenciais para validarmos a oportunidade e identificarmos os desafios tecnológicos associados à sua implementação. A abordagem altamente prática e a disponibilidade fizeram toda a diferença.”. Sobre os próximos passos, Manuel salienta: “ganhámos a confiança de diversos investidores nacionais e internacionais e temos já o interesse firme de investidores para criar novos canais comerciais e desenvolver as oportunidades que o Acelerador 5G e este reconhecimento criaram”.

Enquanto vencedora do Acelerador 5G, a KIT-AR recebe um prémio monetário no valor de 7.500€, terá acesso direto a Incubação na Startup Lisboa, 100.000€ em créditos AWS e 10.000€ em suporte técnico. O Programa permitiu ainda identificar potenciais oportunidades de investimento para o Fundo NOS 5G, gerido pela Armilar Venture Partners e com uma dotação de 10 milhões de euros.

No final da sessão, foi ainda atribuída uma menção honrosa à startup GOCLEVER, correspondente a um prémio monetário de 2.500€, pelo desenvolvimento de uma solução de medição de volumes em tempo real para reduzir os tempos de espera dos navios e aumentar a eficiência no planeamento de recursos em portos. Através da utilização de sensorização remota e inteligência artificial, a solução da GOCLEVER permite avaliar resíduos sólidos, automaticamente e a pedido, de modo a conhecer, com precisão, o volume e a tipologia dos resíduos.

Das candidaturas à seleção da startup vencedora

O Acelerador 5G – Programa de Inovação Colaborativa contou inicialmente com mais de 50 candidaturas. Entre estas chegaram à fase final 13 startups, num total de 29 participantes envolvidos, oriundos de Portugal, Brasil, Espanha e México. 

Operando em áreas tão diversas como Saúde, Indústria, Ambiente, SmartCities, Entretenimento ou Turismo, e utilizando diferentes tecnologias passíveis de serem exponenciadas pela quinta geração de redes móveis, tais como IOT, Realidade Virtual e Realidade Aumentada, a maioria dos projetos trazidos pelas startups a concurso, encontrava-se numa fase de maturidade média-elevada e alguns já com uma base sólida de clientes. Em comum, estas startups partilhavam a mesma visão: utilizar a tecnologia 5G para fazer crescer os seus negócios.

Durante as últimas 7 semanas os participantes contaram com mais de 150 sessões de Mentoria, possível graças aos 40 mentores nacionais e internacionais que, através das suas áreas de expertise, permitiram às startups reunir novos conhecimentos, insights e recursos para potenciar os seus projetos com base na tecnologia 5G. As startups tiveram ainda a oportunidade de testar as suas soluções através da rede 5G da NOS, com o acompanhamento técnico da operadora. 

Com o Acelerador 5G – Programa de Inovação Colaborativa a NOS e a AWS aliaram-se com o objetivo de apoiar a construção de um ecossistema empreendedor nacional, liderando a transformação digital e potenciando a criação de oportunidades associadas à chegada da nova geração de comunicações móveis a Portugal. 


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado