Biden assina uma ordem de segurança com novas regras para software

A autenticação de dois fatores ou criptografia de dados será essencial, de acordo com a nova regulamentação, para conter os cibercriminosos no país.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden , anunciou a criação de um conselho de revisão da cibersegurança com a imposição de novos padrões de software para evitar intrusões nas agências governamentais dos Estados Unidos e infraestruturas críticas, como tem sido o caso, nos últimos dias , do ransomware que paralisou o Oleoduto Colonial, que atende praticamente todo o sudeste do país. 

Este decreto inclui a criação de uma organização para apurar as principais ameaças que assolam as suas empresas e um novo regulamento, ainda a ser elaborado pelo Instituto Nacional de Normalização e Tecnologia, para os softwares adquiridos por organismos públicos e para a proteção de pequenos e médias empresas. “Esta ordem vai mudar as regras do jogo em termos de segurança”, disse o diretor-geral do Cyber ​​Readiness Institute, em declarações a Reuters

O novo documento também incluirá a importância do uso de autenticação multifatorial e o uso de criptografia para dados armazenados e comunicações. O democrata Mark Warner admitiu que esta decisão é um bom primeiro passo para um país que “não está preparado para se defender contra cibercriminosos patrocinados por  outras nações ou criminosos que procuram comprometer nossos sistemas para obter lucro ou espionagem”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado