Mercado de smartphones cresce 25% no primeiro trimestre

Durante o primeiro trimestre de 2021, as remessas de smartphones aumentaram mais de 25% em todo o mundo.

Uma pesquisa mostra que a indústria dos smartphones está a crescer mais depressa do que o esperado. Durante o primeiro trimestre de 2021, as remessas de smartphones aumentaram mais de 25% em todo o mundo. As remessas atingiram cerca de 346 milhões no último trimestre. De acordo com a Canalys, isto mostra um sinal contínuo de recuperação dos efeitos da pandemia Covid-19.

De acordo com Nabila Popal, Diretora de Pesquisa mundial de Dispositivos Móveis da IDC, a recuperação da indústria está a acelerar mais rapidamente do que o esperado, mostrando uma procura saudável por smartphones em todo o mundo. De acordo com o Canalys, as remessas aumentaram 27% no trimestre para 347 milhões de unidades.

Os resultados da investigação de Canalys mostram um contributo de todas as principais regiões para o crescimento estelar. A China e o resto da Ásia-Pacífico tinham uma quota superior à média, representando ganhos de 30% e 28%, respetivamente.

No entanto, é importante que os resultados mais recentes sejam comparados com o último trimestre de 2020, um dos piores da história dos smartphones e numa altura em que a maior parte da cadeia de fornecimento estava paralisada.

“No entanto, o crescimento ainda é muito real”, acrescentou Popal. “Comparativamente a há dois anos, as remessas são 11% mais altas. O crescimento provém de anos de ciclos de atualização reprimidos com um impulso 5G. Mas, acima de tudo, é uma clara ilustração de como os smartphones estão a tornar-se um elemento cada vez mais importante do nosso dia-a-dia.”

As marcas globais

A Samsung ficou em primeiro lugar no último trimestre, com vendas de cerca de 76 milhões e uma quota de mercado de 22%. A Apple ficou em segundo lugar com vendas de 52 milhões a 55 milhões e uma quota de mercado de 15 a 16%. Seguem-se os fornecedores chineses Xiaomi, Oppo e Vivo completam o top 5 do ranking.

A Xiaomi teve o seu melhor trimestre de sempre, de acordo com a Canalys, enviando 49 milhões de unidades, um ganho de 62% em relação ao trimestre do ano anterior. De acordo com Ben Stanton, Research Manager da Canalys, o forte crescimento da empresa deve-se aos seus esforços para recrutar talento local, tirar mais partido dos canais de retalho e ganhar liderança na inovação de ponta.

Prejudicada pelas sanções norte-americanas e pela venda da sua marca de telefones, a principal player da China, a Huawei, caiu para o sétimo lugar no mercado global. Vale vale também a pena recordar que a LG anunciou recentemente que está a sair do mercado da telefonia.

No entanto, a Covid-19 continuará a ser um desafio para os fornecedores, exigindo novas estratégias de mercado. As restrições ao fornecimento de chipsets e outros componentes vão afetar os envios de smartphones este ano.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado