Projeto baseado em IOT permite a monitorização diária do bem-estar de idosos

A Axians Portugal está a desenvolver um projeto-piloto de monitorização com recurso a IOT em 10 casas de vários idosos, em parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML). O propósito é reduzir o impacto do afastamento social causado pela pandemia entre os idosos e os seus familiares, ou centros de apoio.

Este é um projeto-piloto de sensorização baseado em IOT que permite a monitorização diária do bem-estar desses idosos. Através de sensores colocados nas suas casas, durante um período experimental de oito semanas, passa a ser possível à SCML identificar padrões de necessidade e estabelecer uma rede de recursos de saúde, que ajudará os utentes, em caso de emergência. O apoio na tomada de ações pró-ativas eficazes aliado aos ganhos de eficiência de uma rede mais inteligente, são os principais atributos desta inovadora solução.

“Este é um projeto que muito nos orgulha, e com uma instituição de peso como a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, que nos permite apoiar os idosos neste momento tão difícil que atravessamos, contribuindo para evitar o impacto do seu isolamento, nomeadamente no que toca aos seus cuidados de saúde. Embora este seja ainda um projeto piloto com tecnologia inovadora num contexto desafiante, move-nos a responsabilidade de devolver a toda uma geração o tanto que já nos deu. Além disso o impacto deste projeto é ainda muito maior, sabendo nós que a pandemia veio agravar ainda mais o isolamento e as dificuldades de assistência a boa parte deste grupo etário. A forma como uma sociedade cuida dos seus idosos define bem o seu nível de desenvolvimento.” refere Pedro Faustino, Managing Director na Axians Portugal.

Sérgio Cintra, Administrador Executivo da Ação Social e do Departamento de Empreendedorismo e Economia Social na SCML, refere: “A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa acredita no papel da inovação e na colaboração. Através do Departamento de Empreendedorismo e Economia Social, em projetos como a Casa do Impacto, e em fases particularmente desafiantes como esta que hoje enfrentamos, temos vindo a redobrar e unir esforços, a trabalhar com ainda mais empenho nas respostas sociais que tanto têm contribuído para tornar a nossa sociedade mais justa e inclusiva. É com muito entusiasmo que vemos avançar este piloto, em parceria com a Axians Portugal, e com esperança que venha a ser uma ferramenta digital que contribua no futuro para a gestão da problemática da longevidade e envelhecimento na Cidade de Lisboa. Esta iniciativa, e perante um cenário como o de hoje, pode ajudar-nos a maximizar a nossa capacidade de resposta, encurtar distâncias e fomentar maior inclusão desta população. A inovação não chega para o dia de amanhã, é necessária para responder aos problemas de hoje – e é nisso que estamos a apostar.”

Recorde-se que este projeto piloto teve origem na participação da SCML no Programa SOL Housing, dinamizado pela Beta-i, que visava melhorar a qualidade de vida habitacional dos cidadãos de Lisboa através da validação e integração de soluções inovadoras em contexto real, como o de uma resposta mais eficaz em situações de vulnerabilidade agravada pelo seu isolamento social.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado