Repsol coloca em funcionamento o seu primeiro ponto de carregamento ultrarrápido em Portugal

Com uma potência de 150 kW, a unidade instalada na Estação de Serviço da Constituição.

A Repsol colocou em funcionamento, em Portugal, o seu primeiro ponto de carregamento para viaturas elétricas (PCVE) ultrarrápido, um dos primeiros na rede pública de carregamento gerida pela Mobi.e.

Com uma potência de 150 kW, a unidade instalada na Estação de Serviço da Constituição – a primeira do Norte do país – proporciona aos veículos de potência mais elevada cerca de 250 km de autonomia, em apenas 15 minutos de carregamento.

“Queremos garantir não apenas a capilaridade, mas também a uniformidade na experiência de carregamento dos nossos clientes de mobilidade elétrica. A nível ibérico, somos líderes neste tipo de solução, com mais de 1.000 e fomos os primeiros, em 2019, a colocar em funcionamento os primeiros pontos de carregamento ultrarrápido. Em Portugal, iremos, à medida que a frota automóvel se renove, investir na expansão da nossa rede.”, afirma Rui Aires, responsável pelo Negócio de Estações de Serviço.

Aos 24 pontos de carregamento para veículos elétricos nas autoestradas nacionais, instalados através do projeto Bolina – iniciativa que junta os principais players do setor num esforço coletivo pela evolução do carregamento público em Portugal – a Repsol prevê disponibilizar mais pontos de carregamento, com operação própria, nos próximos meses.

Em fevereiro, a Repsol anunciou, juntamente com IBL, a primeira estação de carregamento para veículos elétricos que incorpora armazenamento de energia. O projeto tecnológico e industrial levado a cabo pelas empresas permite a instalação de pontos de carregamento rápido (50 kW) em locais onde não seja viável de outra forma, seja por falta de energia elétrica ou onde, apesar de viável, as dificuldades técnicas derivadas da ligação à rede elétrica representem um aumento excessivo em investimento.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado