Acredita Portugal promove aumento da competitividade e inovação no turismo

Última sessão sobre o tema Apoios, financiamento e entrada na Europa realiza-se a 31 de março e pode ser acompanhada nas redes sociais da Acredita Portugal, do [email protected] e no website oficial da iniciativa https://www.aceleratechinportugal.com/. Já o prazo para inscrição na iniciativa termina no dia 4 de abril.

A Acredita Portugal realiza este ano pela primeira vez o [email protected] in Portugal, um programa internacional de aceleração, com o apoio do Turismo de Portugal no âmbito do Programa FIT, que tem como objetivo atrair para o país a melhor inovação ligada ao Turismo e assim contribuir para o aumento da competitividade e inovação do setor. O prazo para inscrição na iniciativa termina no dia 4 de abril.

Fernando Fraga, Diretor de Inovação da Acredita Portugal, explica a relevância do programa já que “um Turismo competitivo e inovador é essencial para manter o posicionamento de Portugal enquanto player mundial no setor e conseguir ultrapassar os desafios atuais. Programas como o [email protected] permitem estimular a inovação das nossas startups, identificar o que de melhor se faz neste contexto e promover a sua implementação nas empresas portuguesas. Uma iniciativa com esta dimensão complementa o esforço a ser empreendido pelo Turismo de Portugal na criação de melhorias que tornem o Turismo nacional uma referência à escala global”.

Gaia é a cidade host da iniciativa, tendo o Município já demonstrado a disponibilidade para receber localmente os melhores projetos internacionais, através das incubadoras promovidas em parceria com a Acredita Portugal.

Ao longo das últimas semanas, a iniciativa integrou diversos webinars de promoção da oportunidade que Portugal representa para projetos ligados ao Turismo e as razões para um projeto internacional nesta área se dever lançar no país:

  • Investimento – A qualidade dos profissionais Portugueses é reconhecida, tendo o país o segundo maior número de engenheiro licenciados a nível europeu e mais de 70% da população ativa é fluente em Inglês; Portugal apresenta um reduzido custo de vida e de trabalho; existência de proximidade geográfica entre as várias regiões do país; Portugal é o terceiro país mais seguro do mundo e foi já por três vezes eleito o melhor destino do mundo; criação de um ecossistema de empreendedorismo dinâmico (3.000 startups, 150 incubadoras, 100 investidores e venture capitals).
  • Turismo e Vinhos – Apesar da reduzida dimensão do país existem oportunidades de investimento em áreas diversificadas (exemplo do Interior e de cidades de menor dimensão); crescimento notório do setor do Turismo nos últimos anos; procura pelos viajantes de localizações e ofertas exclusivas, entre as quais se inserem o Turismo Rural e o Enoturismo; existência de uma gastronomia nacional de qualidade reconhecida associada à História e Cultura do país.
  • Hotelaria e Serviços de apoio ao Turismo – O setor cresceu nos últimos anos, com cerca de 95.000 alojamentos locais em Portugal, que representam 40% das reservas efetuadas; aparecimento de novas tendências relacionadas com a Sustentabilidade e o Turismo de Natureza; crescente importância do nicho do Turismo Residencial (nómadas digitais).
  • Diversidade das Regiões – Portugal possui inúmeros recursos naturais; existência de linhas e mecanismos de apoio institucional; crescente procura por experiências turísticas alternativas e a oportunidade de “vender” um estilo de vida e experiência de férias saudáveis; Turismo de qualidade e experiências de excelência a preços mais reduzidos que os encontrados noutras geografias.
  • Turismo de Saúde e Natureza – São várias as regiões de Portugal detentoras de beleza paisagística e com reduzido impacto populacional; tendência de procura de soluções de saúde e bem-estar; o país é visto como um dos ecossistemas de empreendedorismo mais criativos e inovadores na Europa, com diversos programas de aceleração e apoio financeiro; recuperação esperada do setor do Turismo a médio-prazo.

Uma última sessão sobre o tema Apoios, financiamento e entrada na Europa realiza-se a 31 de março e pode ser acompanhada nas redes sociais da Acredita Portugal, do [email protected] e no website oficial da iniciativa https://www.aceleratechinportugal.com/.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado