Negócios de soluções cloud vão impulsionar a economia nacional

A Salesforce diz que até 2024, serão criados 1760 empregos em Portugal diretamente relacionados com as tecnologias Salesforce, e mais 3960 empregos indiretos. Os dados divulgados com base num relatório da consultora internacional IDC, apontam ainda para um impacto de 800 milhões de dólares da Salesforce na economia nacional, devido ao aumento da utilização da computação cloud por parte dos seus clientes.

Numa conferência de imprensa organizada pela Salesforce ontem de manhã, Fernando Braz, Country Leader da tecnológica americana em Portugal, partilhou os dados do Salesforce Economy Report, um relatório construído pela IDC que avalia o impacto da empresa na economia global local. Assim, de acordo com o estudo, a Salesforce terá um impacto na criação de 4.2 milhões de empregos em todo o mundo, assim como no aumento do volume de negócios das empresas para 1.2 biliões (do inglês trillion) de dólares globalmente.

Em Portugal, o crescimento da computação em nuvem irá impulsionar ainda os benefícios para a economia nacional, previstos num crescimento de 19%, de 180 milhões de dólares em 2018 para 514 milhões de dólares em 2024. Através dos investimentos feitos pelas empresas na subscrição de soluções cloud e serviços auxiliares, o ecossistema da Salesforce em Portugal era, em 2019, quase cinco (4,9) vezes superior à valorização da própria Salesforce e, em 2024, será 7,1 vezes superior.

“A tecnologia tem um impacto gigantesco em todas as empresas e economias mundiais, sendo um motor de crescimento, algo que se tornou mais evidente com a pandemia e cuja tendência é de acentuação desse crescimento. A Salesforce está empenhada em desenvolver as melhores soluções para ser a parceira de excelência no crescimento e na criação de riqueza.” afirmou Fernando Braz, Country Leader da Salesforce em Portugal, acrescentando ainda que “este nosso posicionamento e a qualidade dos nossos produtos e soluções tecnológicas, levaram-nos a um crescimento substancial no ano de 2020 em todo o mundo, inclusivamente no mercado português onde acabamos de entrar com uma presença direta.”

Na conferência de imprensa, o responsável da Salesforce em Portugal indicou que 2020 foi um ano em que a empresa continuou a crescer, com um volume de negócios de 21.250 milhões de dólares (+24%), e que Portugal foi um dos motores dessa aceleração, sendo que o mercado nacional reportou um crescimento superior.

Após ter fechado o ano fiscal em Janeiro, a multinacional americana reportou ainda um crescimento de 30% em número de clientes na Península Ibérica, número que se mantém para o mercado português, trabalhando com empresas como o grupo SONAE, Brodheim, Pestana, Domino’s e Renova, entre outros. Também as parcerias cresceram, 18%, e os profissionais certificados em Salesforce, na ordem dos 40%.

“Temos excelentes exemplos de colaboração com grupos de renome em Portugal, cuja estratégia de digitalização e crescimento passa pela utilização dos serviços e produtos Salesforce. Ainda assim, o mercado empresarial português é marcado pelas pequenas e médias empresas, onde o papel das ferramentas Salesforce têm um impacto imensurável, ajudando inclusivamente no período de recuperação que nos espera após a pandemia.” conclui o responsável.

Ao longo de 2020, a aposta da empresa recaiu essencialmente sobre a inovação, para ir ao encontro das necessidades urgentes das empresas em tempos de pandemia, com o lançamento de soluções específicas (Salesforce Care ou Work.com), mas também com atualizações da plataforma Salesforce Customer 360, que integra soluções de vendas, marketing, comércio e serviços, com uma gestão integral do relacionamento com o cliente. Também a reconstrução do Hyperforce foi uma novidade do ano, para permitir o acesso a todas as aplicações da Salesforce, a partir de qualquer lugar, utilizando a capacidade de escalada e agilização da cloud pública.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado