Comunidade de Madrid escolhe Fujitsu para projeto de transformação digital

A Agência para a Administração Digital da Comunidade de Madrid (Madrid Digital) seleccionou a Fujitsu para um projeto de transformação digital que irá definir, desenvolver e consolidar novos serviços TIC para mais de 6,5 milhões de cidadãos na Região de Madrid.

A ambição da Madrid Digital é aproveitar TIC topo de gama para responder de forma mais eficiente às necessidades dos cidadãos, disponibilizando soluções e serviços públicos mais eficazes e com maior agilidade. Para suportar este objectivo, a Madrid Digital envolveu a Fujitsu na transformação da sua infra-estrutura digital. Ao abrigo de um acordo inicial para três anos com a opção de prolongamento por mais dois anos, a Fujitsu criará um modelo de gestão com auto-provisionamento, automatizado e ciberseguro assente numa nova arquitectura hybrid cloud.

Esta infra-estrutura sustenta o objectivo da Madrid Digital em assegurar serviços inovadores, eficientes e seguros aos departamentos governamentais da região. Activa ainda um modelo de gestão mais eficiente para o fornecimento de serviços públicos da mais elevada qualidade, com um foco na excelência operacional e guiado pela adopção de novas tecnologias.

A Fujitsu irá entregar o programa de transformação em três fases. Após o planeamento, análise e design iniciais dos processos de transformação do serviço, as fases dois e três irão abranger a implementação faseada. Ao longo do contrato de transformação em curso, a Fujitsu focar-se-á na melhoria, formação e gestão de mudança contínuas.

A Fujitsu tem um longo histórico na gestão e transformação de infra-estruturas, aplicações e serviços e uma vasta experiência na transformação digital de serviços. Além disso, a Fujitsu tem uma grande experiência no suporte ao Servicio Madrileño de Salud (SERMAS), a estrutura administrativa e de gestão que integra todos os hospitais públicos e todos os serviços de saúde pública do Sistema Regional de Saúde de Madrid. A Fujitsu gere há mais de 12 anos a infra-estrutura TI centralizada e virtualizada do SERMAS, servindo 32 hospitais e oferecendo software centralizado a 430 centros da rede de cuidados primários.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado