Como a casa inteligente pode ajudar-nos no teletrabalho

Ser mais eficiente quando trabalhamos em casa passou de mera opção para necessidade premente para muitos utilizadores e a Internet das Coisas acusa um crescimento que excede todas as expectativas.

No início de 2020, o teletrabalho e a domótica pareciam ser opções ao alcance de poucos privilegiados. Um ano mais tarde, a perceção mudou completamente na sociedade. Ser mais eficiente quando trabalhamos em casa passou de mera opção para necessidade premente para muitos utilizadores e a Internet das Coisas acusa um crescimento que excede todas as expectativas.

Embora a produtividade do trabalho esteja intimamente ligada à pessoa, não devemos ignorar o ambiente em que a atividade tem lugar. Por conseguinte, a tecnologia tornou-se o grande aliado para o tornar mais eficiente no seu teletrabalho. Isto tanto para a empresa como para o colaborador. Neste aspeto, a tecnologia Smart Home oferece muitas vantagens. Veja em baixo algumas das principais:

Controlo inteligente de temperatura: Para uma produtividade ótima, o ideal é manter a temperatura entre 21 e 26 graus. Os termóstatos e as tomadas inteligentes permitem-lhe controlar a temperatura em sua casa ligando o sistema de aquecimento nas alturas que melhor se adaptem às suas necessidades.

Teletrabalho com crianças? Trabalhar a partir de casa se as crianças estiverem presentes pode tornar-se um desafio. Com uma câmara de vigilância inteligente que tem um sistema de comunicação bidirecional e deteção de movimento, pode interagir com os mais novos e estar sempre de olho neles, mesmo que não se encontrem na mesma divisão.

Controlo da luz: Para uma produtividade ótima, a luz natural é ideal. No entanto, muitas das pessoas que trabalham em casa são obrigadas a trabalhar com luz artificial em certos momentos ou espaços. A melhor solução para aumentar a produtividade é uma lâmpada inteligente que lhe permita regular a sua intensidade e adaptá-la a cada necessidade.

O futuro já está aqui e apostar na domótica vai ajudar-nos a ser mais felizes, mas também mais eficientes.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado