O Pacto Ecológico Europeu fomenta uma nova era de sustentabilidade na Europa

Um motor para a digitalização.

Jason Li, Vice President of Public Affairs and Communications Department, Western Europe, Huawei Technologies.

Desde a poluição do ar à gestão dos resíduos e aquecimento global, o mundo está a sentir a degradação ambiental de formas variadas. A tecnologia é a chave para dar resposta à crise ambiental que enfrentamos. A Comissão Europeia deu resposta a estes desafios com a apresentação de uma estratégia a longo prazo. Sob a égide do Pacto Ecológico Europeu, várias iniciativas destinar-se-ão a combater as ameaças ao meio ambiente. A Huawei apoia inteiramente esta abordagem e acreditamos que podemos ser um parceiro importante para fazer face a estes desafios.

O Pacto Ecológico Europeu é uma oportunidade vital para a Europa seguir em direção à inovação e ao progresso económico. Como a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse após a adoção da iniciativa pelo Colégio de Comissários: “O nosso objetivo é reconciliar a economia com o nosso planeta, reconciliar a forma como produzimos e a forma como consumimos com o nosso planeta, e fazer com que funcione para as nossas comunidades. Por um lado, o Pacto Ecológico Europeu tem por fim reduzir as emissões, mas, por outro, criar emprego e impulsionar a inovação.”

A Huawei apoia inteiramente toda a fundamentação subjacente ao Pacto Ecológico. A definição de objetivos ambiciosos para o clima (55% de redução até 2030 e neutralidade climática até 2050) e o estabelecimento de um roteiro de implementação serão os elementos desencadeadores da inovação em setores-chave, tais como energia, transporte e indústria.

A nossa visão é levar o digital a cada pessoa, a cada lar e a cada organização com vista a um mundo totalmente conectado e inteligente. Estamos empenhados em ajudar a abordar as questões ambientais a nível mundial e comprometemo-nos a trabalhar com parceiros europeus, utilizando a tecnologia para criar um mundo ecológico e cumprir os objetivos da Comissão Europeia.

Será essencial a formulação conjunta, por todas as partes interessadas, de um futuro sustentável.

Mantemos o nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável – não só em relação à nossa própria empresa como incentivando os nossos parceiros a fazerem o mesmo. A proteção ambiental e a digitalização precisam de ser fatores primordiais a considerar ao conceber, ao construir e ao gerir os negócios. O design ecológico tem de ser integrado em todos os aspetos da nossa indústria para reduzir o consumo energético: desde materiais de construção, iluminação e ventilação, utilização de materiais ecológicos, maior durabilidade do produto e reciclagem otimizada do produto. A iniciativa do Pacto Ecológico e o seu roteiro intersectorial serão um incentivo à implementação.

A proteção ambiental é já uma das nossas quatro estratégias corporativas para a sustentabilidade. O nosso compromisso inclui uma redução de 16% nas emissões de carbono por unidade de vendas até 2025 e a multiplicação da eficiência energética dos nossos produtos principais em 2,7 (comparando ambas as metas a 2019). A nossa empresa continua empenhada em trabalhar com todas as partes interessadas na Europa, desde governos, formuladores de políticas, indústria, instituições de investigação a estudantes e talentos. Estamos prontos para contribuir com a nossa parte e tornar o Pacto Ecológico uma realidade num mundo digitalizado e totalmente inteligente.

É importante perceber que o Pacto Ecológico não é uma ameaça, mas, sim, uma grande oportunidade para as empresas (redes de energia inteligentes, indústria 4.0 e agricultura inteligente são mercados em rápido crescimento, por exemplo). O Pacto Ecológico abrange todos os setores económicos e, a médio e longo prazo, terá impacto a todos os níveis: europeu, a nível de Estados-membros e local.

A Europa precisa de abraçar a digitalização e a transformação ambiental ao mesmo tempo.

As tecnologias digitais são decisivas para facilitar o alcance dos obetivos de sustentabilidade do Pacto Ecológico. Os objetivos só podem ser alcançados se se garantir uma implementação completa das soluções digitais e TIC em todos os setores da economia. As empresas e outras partes interessadas precisam de intensificar a inovação e abraçar a digitalização para poderem estar aptas a beneficiarem da iniciativa e da força transformadora gerada por ela.

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, reforçou fortemente o seguinte em julho de 2020“Mais do que nunca, precisamos deste duplo projeto de enorme transformação para a Europa: neutralidade climática até 2050 – o nosso Pacto Ecológico – e a transição digital, que se destina a colocar a Europa na linha da frente com respeito à utilização dos dados, o recurso natural do mundo digital.”

A Huawei apoia inteiramente esta visão e incita todas as partes interessadas a trabalharem em conjunto com a liderança europeia e os Estados-membros da UE para a concretização do objetivo do Pacto Ecológico Europeu.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado