AWS lança HealthLake

Uma solução que se propõe a organizar e preparar automaticamente dados estruturados e não estruturados para ciências biomédicas.

No decorrer da conferência anual da AWS a re:Invent, Matt Wood, Vice-Presidente da AWS para IA, apresentou o serviço como uma maneira de “armazenar, transformar e analisar dados de saúde e ciências biológicas na nuvem em escala de petabyte”

Na ocasião, Wood subiu ao palco para discutir vários aspetos de aplicações industriais de machine learning, e falou sobre saúde e ciências da vida.

Segundo o executivo, o trabalho nesse campo é dificultado pela forma como os dados são espalhados por vários repositórios em diferentes formatos, exigindo semanas ou meses para organizar, preparar e transformar os dados.

Matt Wood deu um exemplo de HealthLake usado na deteção de diabetes. Para o diagnóstico precoce da diabetes, os médicos têm que examinar centenas de milhares de pontos de dados de notas de doadores e prescrições. A plataforma pode carregar dados estruturados automaticamente, e extrair informações como nomes de pacientes de anotações médicas e adicioná-las a um data lake.

“Estas são apenas peças do quebra-cabeça espalhadas em diferentes silos, mas quando combinadas, podemos ter uma imagem muito mais clara”, disse Matt Wood.

O executivo da AWS levou ao e:Invent, Elad Benjamin, executivo de negócios de Radiologia Informática na gigante de dispositivos médicos Philips. Benjamin observou a dificuldade da abundância de dados na área da saúde.

“Os médicos precisam trabalhar nestes silos, e está a ficar mais difícil para estes diagnosticarem e tratarem”, disse Benjamin. Acrescentado que Philips está a usar os serviços da AWS para liberar cientistas para perseguir “atividades de alto nível”

O HealthLake

O Amazon HealthLake pretende eliminar o trabalho pesado de organizar, indexar e estruturar as informações dos pacientes para fornecer uma visão completa da saúde de pacientes individuais e de populações inteiras de pacientes de maneira segura, compatível e auditável. Usando as APIs HealthLake, as organizações de saúde podem copiar facilmente dados de saúde no formato padrão do setor Fast Healthcare Interoperability Resources (FHIR) de sistemas locais para um data lake seguro na cloud.

O HealthLake transforma dados não estruturados usando modelos especializados de machine learning, como processamento de linguagem natural, para extrair automaticamente informações médicas significativas dos dados e fornece recursos poderosos de consulta e pesquisa. As organizações podem usar análises avançadas e modelos de ML, como Amazon QuickSight e Amazon SageMaker para analisar e entender relacionamentos, identificar tendências e fazer previsões a partir dos dados recém-normalizados e estruturados. Desde a deteção precoce de doenças até as tendências de saúde da população, as organizações podem usar o Amazon HealthLake para realizar análises de dados clínicos com tecnologia de machine learning melhorando o atendimento e reduzindo custos. 


Tags


Deixe um comentário

O seu email não será publicado