Microsoft assina memorando de entendimento com Governo para acelerar a recuperação económica

Investimento até 1 milhão de euros na criação do programa “Highway to 5 Unicorns”.

Microsoft Portugal estabeleceu hoje uma Parceria Estratégica para o Setor Digital com o Governo de Portugal para reforçar a estratégia de transição digital do País, nos setores público e privado, e acelerar a recuperação económica do mercado nacional. O memorando de entendimento foi assinado pelo Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira e pela Diretora Geral da Microsoft Portugal, Paula Panarra.

Alinhado com os objetivos do Plano de Ação para a Transição Digital e com o programa “Ativar Portugal”, a Parceria divide-se em três pilares estratégicos – Pessoas, Empresas e Estado Digital – com iniciativas previstas até ao final de 2022. Na área de Pessoas, a Microsoft vai disponibilizar recursos para ajudar as pessoas na aquisição de competências e na preparação para o mercado de trabalho; no pilar Empresas, irá disponibilizar ferramentas para a inovação e transformação digital e, por fim, no pilar Estado Digital, a Microsoft vai ajudar a acelerar a modernização do Estado e o reforço da capacitação dos seus colaboradores.

A propósito da assinatura deste memorando, o Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira afirmou: “No futuro próximo, Portugal terá uma oportunidade única para realizar investimentos que permitirão incrementar as qualificações da força de trabalho e, sobretudo, desenvolver a requalificação de ativos. A transição digital coloca muitos desafios ao trabalho e o País precisa de qualificar a população para que possa estar à altura destes desafios. Estou convicto que esta parceria reforça o compromisso coletivo do Estado português para a capacitação digital, imperativa para que o País possa alcançar um novo capítulo de prosperidade e produtividade.”

Numa altura em que a Microsoft Portugal celebra o seu 30º aniversário, acresce a importância deste memorando que visa a consolidação do seu papel no desenvolvimento da Economia e na digitalização da Sociedade.

Paula Panarra, Diretora Geral da Microsoft Portugal, referiu: “Este memorando vem reforçar o nosso papel enquanto agentes da recuperação económica e resiliência digital tão necessárias no contexto atual, assim como na construção de um futuro mais sustentável. Em conjunto com o Governo, parceiros e associações, pretendemos potenciar a tecnologia como motor de crescimento económico e dar resposta às necessidades de um mercado que é cada vez mais global e digital.”

A missão da Microsoft é capacitar cada pessoa e cada organização para alcançarem mais e melhor, o que reflete o compromisso de promover o acesso e utilização da tecnologia, em igualdade de condições, de forma responsável e segura. Entre as principais iniciativas previstas no memorando de entendimento, destacam-se, por pilares:

Pessoas

·         No âmbito da Global Skills Initiative, estão a ser disponibilizados de forma gratuita cerca de 100 cursos em português, com base em conteúdos da Microsoft, Linkedin e GitHub. A iniciativa pretende capacitar 25 milhões de pessoas em todo o mundo e 100 mil em Portugal com as competências digitais necessárias para se prepararem para o mercado de trabalho no pós-pandemia.

·         Renovação da parceria com o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), na criação de academias da Microsoft Imagine Academy, com cursos que pretendem promover a certificação e a capacitação tecnológica de mais de 70 mil alunos portugueses.

Empresas

·         A Microsoft irá continuar a apostar no plano de crescimento de recursos humanos altamente qualificados em Portugal. Para tal, irá contratar mais 300 pessoas, atingindo um total de 1.500 colaboradores em Portugal.

·         A Microsoft irá investir até 1 milhão de euros na criação do programa “Highway to 5 Unicorns”, apoiando cinco startups portuguesas procurando promover a descentralização e o empreendedorismo no interior do país e ilhas. Além disso, irá expandir o programa de aceleração “Microsoft for Startups”, das atuais 40 para 100 startups portuguesas, disponibilizando tecnologia na cloud gratuita e acesso a oportunidades com clientes.

Estado Digital

·         Para reforçar a qualificação dos trabalhadores da Administração Pública, a Microsoft irá promover um programa de desenvolvimento de competências, através da disponibilização de conteúdos formativos de base tecnológica e realização de 20 webinars de formação para cerca de 100 mil funcionários públicos.

Através deste memorando, a Microsoft reforça a sua colaboração com o Plano de Ação para a Transição Digital do País, alinhando estratégias para acelerar a digitalização da Sociedade, da Economia e do Estado Português nos próximos anos.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado