Tony Blair Institute e Oracle incorporam a computação na nuvem na gestão das vacinas em África

«Este é um programa entusiasmante e potencialmente revolucionário, que permite o registo de informações sobre todas as vacinas e tratamentos de doenças nos países africanos», afirma Tony Blair.

O Tony Blair Institute for Global Change (TBI) e a Oracle aliaram-se para disponibilizar tecnologias cloud na gestão de programas de saúde pública em África. O Gana, o Ruanda e a Serra Leoa serão os primeiros países a usar o novo sistema de gestão de saúde Oracle Health Management System para criar registos eletrónicos de saúde para os programas de vacinação contra a febre amarela, o vírus do papiloma humano (HPV), a poliomielite, o sarampo e os programas de vacinação da COVID-19, assim que a vacina for distribuída em África. Entretanto, o TBI e a Oracle estão em conversações com mais de 30 outros países em África, na Ásia, na Europa e na América do Norte, que estão a avaliar a possibilidade de usar o mesmo sistema cloud para gerirem os seus planos de vacinação contra a COVID-19. 

«Desde fevereiro passado, que a União Africana e os seus Estados-Membros têm vindo a trabalhar incansavelmente para gerir o impacto da COVID-19 no continente africano», explica o Dr. John Nkengasong, Diretor dos Centros Africanos de Controlo e Prevenção de Doenças. «Com a continuação da pandemia da COVID-19, parcerias como a que forjamos com a Oracle, o TBI e vários governos, são essenciais para fortalecer as instituições de saúde pública dos Estados-Membros, não só para integrar tecnologias inovadoras, mas também para harmonizar de forma proativa e urgente a recolha e partilha de dados de testes valiosos em todo o continente.»

O TBI fornece aconselhamento político e apoio prático a vários governos africanos que enfrentam os desafios complexos gerados pela COVID-19. Visando construir respostas a estes desafios, o TBI estabeleceu uma parceria com a Oracle através da qual é disponibilizada tecnologia cloud que permite digitalizar e unificar os dados nacionais de saúde, começando pela gestão dos programas de vacinas. O sistema de gestão de saúde da Oracle cria um registo médico eletrónico numa base de dados na cloud para cada pessoa assim que esta é vacinada. Este sistema, altamente seguro, pode ser rapidamente configurado para interagir com a tecnologia existente em cada país e satisfazer os seus mais rigorosos requisitos a nível das regras em vigor sobre a soberania dos dados. Os países participantes beneficiarão gratuitamente durante dez anos do acesso ao sistema e do suporte ao mesmo. 

«Este é um programa entusiasmante e potencialmente revolucionário, que permite o registo de informações sobre todas as vacinas e tratamentos de doenças nos países africanos», afirma Tony Blair, Executive Chairman do TBI e antigo Primeiro Ministro da Grã-Bretanha e da Irlanda do Norte. «Ainda que a África tenha conseguido gerir bem a pandemia da COVID-19, ainda tem de se integrar em programas internacionais de controlo de doenças, nomeadamente no que diz respeito às viagens internacionais. Consequentemente, uma parte muito significativa da população africana terá de ser vacinada, o que exige sistemas de gestão de dados de máxima qualidade para registar as vacinas de todos os cidadãos. A Oracle tem condições de disponibilizar este tipo de sistemas, garantindo o armazenamento seguro e a propriedade de dados em cada país, e fá-lo-á no contexto de uma parceria filantrópica internacional. Ainda teremos de viver alguns anos com a COVID-19, e o registo dos dados será vital para gerir o seu impacto e a sua progressão. Esta crise ensinou-nos que as novas soluções tecnológicas são essenciais para a digitalização de toda a economia e para a aceleração do desenvolvimento de África. Este projeto é um teste em larga escala, e o meu Instituto orgulha-se de fazer parte dele.»

« O Oracle Health Management System é atualmente utilizado pelo governo dos EUA e pelas grandes instituições de saúde e investigação para monitorizar os sintomas de pacientes com COVID-19, as respostas aos tratamentos e a seleção de voluntários para os ensaios clínicos das vacinas contra a COVID-19», refere Larry Ellison, Chairman & CTO da Oracle. «Ao trabalharmos com o Tony Blair e a sua equipa, conseguimos disponibilizar exatamente esta mesma tecnologia cloud do século XXI no Gana, no Ruanda e na Serra Leoa no espaço de poucos meses. Esta é a primeira vez que os dados sobre a vacinação são armazenados numa base de dados cloud a nível nacional. A África está a liderar o caminho.»




Deixe um comentário

O seu email não será publicado