Serviços de computação em nuvem pública crescerão 18,4% em 2021

Segundo o Gartner a tendência de crescimento da computação em nuvem pública irá manter-se até 2024.

mercado de computação em nuvem pública continua a crescer e está gradualmente a tomar cada vez mais parte do bolo de custos com TI na escala global. Segundo os indicadores mais recentes do Gartner , que prevê que os custos globais dos utilizadores finais em serviços de computação em nuvem pública crescerão 18,4% em 2021, chegando a 304,9 mil milhões de dólares , em comparação com 257,5 mil milhões de dólares em 2020.

Para Sid Nag, vice-presidente de pesquisa do Gartner, é um fato que “a pandemia validou a proposta de valor da computação em nuvem”. O analista acrescenta que este aumento da utilização de serviços em nuvem pública tem reforçado a adoção deste modelo para que a sua utilização seja o ‘novo normal’, agora mais do que nunca.

O Gartner, aponta ainda que embora neste 2020 a proporção de custos que é feito na computação em nuvem ou feito em toda TI seja de 9,1%, esta percentagem vai aumentar até chegar aos 14,2% em 2024. O Software SaaS continua a ser o maior segmento neste mercado e deve crescer para 117,7 mil milhões de dólares em 2021. Por sua vez, o mundo dos serviços de infraestrutura de aplicações (PaaS ou plataforma como serviço) crescerá com maior margem, chegando aos 26,6%. O Gartner explica o aumento no consumo de PaaS pela necessidade dos trabalhadores em teletrabalho terem acesso a uma infraestrutura de alto desempenho, rica em conteúdo e escalável para realizar as suas funções, principalmente na forma de aplicações nativas de cloud modernizadas .

“A pandemia COVID-19 forçou as organizações a concentrarem-se rapidamente em três prioridades: preservar o dinheiro e otimizar os custos de TI, dar suporte e proteger uma força de trabalho remota e garantir resiliência . Investir na nuvem tornou-se um meio conveniente de atender a estas três necessidades ”, de acordo com Nag. Além do mais, quase 70% das organizações que usam serviços na cloud hoje planeiam aumentar seus custos com esta tecnologia após a crise do COVID-19.

A consultora também espera que o crescimento da computação em nuvem pública continue até 2024 , à medida que as empresas aumentam os investimentos em mobilidade, colaboração e outras tecnologias e infraestruturas de trabalho remoto. Este mercado pode até crescer ainda mais devido à tendência dos provedores de serviços de computação em nuvem fazerem parcerias com as telcos para expandir o seu alcance. “ A adoção da computação em nuvem tornou-se num meio importante para as empresas se manterem na linha da frente num mundo pós-Covid, focado em agilidade e pontos de contato digitais”, conclui o analista




Deixe um comentário

O seu email não será publicado