COVID-19 faz disparar capitalização das gigantes de e-commerce

De acordo com dados da BuyShares, a capitalização de mercado dos principais players do comércio eletrónico (Amazon, Alibaba, JD, eBay e Rakuten ) atingiu 2,6 triliões de dólares em outubro

comércio eletrónico teve uma ascensão meteórica durante a crise COVID-19. Patrocinado pelas medidas de confinamento que vários governos pelo mundo têm adotando, o crescimento do e- commerce chegará a 20% em 2020, segundo dados da IBM. Este boom gerou um aumento do tráfego da Internet nas lojas online que supera até os picos mais altos das últimas campanhas de Natal, o que afeta diretamente a demonstração de resultados e a capitalização de mercado dos gigantes do setor. .

De acordo com dados da BuyShares, a capitalização de mercado dos principais players do comércio eletrónico (Amazon, Alibaba, JD, eBay e Rakuten ) atingiu 2,6 triliões de dólares em outubro , o que representa uma recuperação de 90% ao ano. Destes, JD testemunhou 215% de crescimento de vendas ao ano, o maior aumento em 2020 para todas estas empresas.

Por sua vez, a Amazon teve um crescimento de 83% na sua capitalização. Em junho, a multinacional ultrapassou a marca de um trilião de dólares para chegar a 1,58 triliões na última semana de outubro, o que representa um aumento de 720 mil milhões de dólares relativamente ao último ano de exercício. Em relação a faturação no terceiro trimestre do ano, a empresa atingiu  96 mil milhões de dólares, o que representa um aumento de 37% em relação ao mesmo período de 2019.

No que diz respeito ao Alibaba, cresceu 90% em capitalização de mercado, atingindo 831 mil milhões de dólares no mês passado. A receita cresceu 30% ao ano, para 22,8 mil milhões de dólares no terceiro trimestre. O eBay teve uma recuperação de 16% ao ano e a Rakuten , o quinto gigante global do comércio eletrônico, cresceu apenas 3% neste período, atingindo 13,7 mil milhões de dólares no final do mês passado.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado