Apple compromete-se a neutralizar emissão de carbono até 2030

Este processo já foi iniciado pela empresa em departamentos internos, como escritórios e data centers. Agora, o desafio da empresa é fazer este mesmo processo envolvendo a participação de membros externos – como as empresas chinesas que realizam a montagem dos seus equipamentos.

Apple anunciou que está a caminhar para o no seu objetivo de contribuir para o meio ambiente e de que planeia, até, 2030, remover todas as emissões de carbono geradas pela cadeia de suprimentos e também pela produção de equipamentos. 

“A indústria tem uma grande oportunidade de ajudar na construção de um futuro sustentável, fruto do compromisso comum com o planeta que partilhamos”, afirmou Tim Cook, CEO da Apple. A empresa informou ainda que, nos últimos 11 anos, diminuiu em 73% o consumo médio de eletricidade necessária para a fabricar os seus produtos. 

Este processo já foi iniciado pela empresa em departamentos internos, como escritórios e data centers. Agora, o desafio da empresa é fazer este mesmo processo envolvendo a participação de membros externos – como as empresas chinesas que realizam a montagem dos seus equipamentos. 

Segundo a marca, o objetivo é alcançar esta meta até 2030, sendo que 75% deste objetivo será alcançando por redução de emissões e os demais 25% por ações de compensação – em geral, a plantação de árvores. 

Para viabilizar esta redução, a Apple anunciou a criação de um fundo de 100 milhões de dólares para auxiliar os seus fornecedores a produzirem fontes de energia limpa que possam substituir os recursos utilizados atualmente.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado