Google tem novas soluções de segurança e analítica

A Google Cloud abriu o Next OnAir com o anúncio de novas soluções para os seus portfólios inteligentes de segurança e análise de dados para ajudar a acelerar a capacidade de transformação digital dos clientes com computação em nuvem.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Esta nova solução BigQuery Omni permite a análise de dados em plataformas de computação em nuvem.

Os dados são um dos ativos mais importantes para impulsionar a transformação digital mas frequentemente são agrupados em silos em vários servidores, sistemas próprios ou múltiplas clouds. 

Alimentado pelo Google Cloud Anthos, o BigQuery Omni irá permitir aos clientes ligarem-se diretamente aos seus dados e procederem a análise de dados na Google Cloud, AWS e Azure sem a necessidade de mover ou copiar grupos de dados. Através de uma única interface os clientes terão capacidade de analisar dados na região onde eles estão guardados proporcionando-se uma experiência de analytics unificada. 

85% dos entrevistados do estudo Research’s Voice of the Enterprise Data & Analytics, Data Platforms 1H20 da 451 Research respondeu que a capacidade de correr o mesmo grupo de dados em múltiplos ambientes cloud e datacenters é uma consideração importante no momento da seleção de uma nova plataforma de dados” diz Matt Aslett, Research Director, Data, AI and Analytics, 451 Research, atualmente parte da S&P Global Market Intelligence

“Para os clientes mover dados de diferentes clouds é complicado e caro. Para resolver esta questão continuamos a investir na multicloud num esforço de democratização do acesso dos nossos clientes às melhores tecnologias, independentemente do fornecedor de cloud que estiverem a utilizar”, diz Debanjan Saha, Diretor e Vice Presidente de Engenharia da Google Cloud. “O BigQuery Omni proporciona às empresas a abertura e a portabilidade necessárias para quebrar silos e criar insights de negócios sem terem que pagar custos elevados para moverem dados de outros fornecedores de cloud para a Google Cloud” acrescentou. 

“À medida que uma adopção híbrida e multicloud se tornou a norma, as empresas estão, cada vez mais, à procura de novos produtos de dados que proporcionem uma experiência consistente e de baixa complexidade no uso de múltiplas clouds e que permitam também tirar partido dos investimentos em infraestruturas. O lançamento do BigQuery Omni demonstra a estratégia da Google Cloud para ajudar os clientes a operar em ambientes multicloud explica Nuno Vieira da Silva, Head da Google Cloud em Portugal

Novo portfólio de computação confidencial permite a encriptação dos dados em uso.

À medida que as organizações movem cargas de trabalho para a cloud, uma das maiores preocupações que têm é como processar dados sensíveis mantendo-os privados. A Google Cloud encripta a informação at.rest e in-transit mas os dados do cliente têm de ser desencriptados  para o processamento.

Computação confidencial é uma tecnologia inovadora que encripta os dados em uso – enquanto eles estão a ser processados. Os ambientes de computação confidencial mantém a informação encriptada na memória e em outros locais fora da unidade central de processamento (CPU). Esta tecnologia irá transformar a forma como as organizações processam os dados na cloud, mantêm o controlo sobre os seus dados e preservam a confidencialidade.   

Máquinas Virtuais (VM) confidenciais é o primeiro produto do portfólio de computação confidencial da Google Cloud. A Google Cloud já implementa múltiplas técnicas de isolamento e de sandboxing como parte da sua infraestrutura de cloud para ajudar a proteger a sua arquitetura multi-tenant. As VM confidenciais levam-no para um outro nível, proporcionando encriptação na memória de modo a que os clientes possam isolar ainda mais as cargas de trabalho na cloud.

A Google Cloud quer proporcionar aos clientes uma solução de fácil utilização que não requer alterações de código das aplicações nem compromete o desempenho. As VM confidenciais estão disponíveis em CPUs AMD e tiram partido da virtualização encriptada segura suportada pela 2ª geração de CPUs AMD EPYC.

“Os clientes de todas as indústrias estão a navegar pelas complexidades de compliance e de privacidade na cloud, em particular aqueles nas indústrias regulamentadas como empresas de serviços financeiros, empresas da área de saúde e agências governamentais” disse Sunil Potti, Diretor Geral e Vice Presidente de segurança da Google Cloud . “Estas empresas querem adotar as tecnologias de Cloud mais recentes mas as exigências rigorosas em termos de privacidade e compliance são frequentemente barreiras a ter em conta. As VMs confidenciais irão ajudar-nos a servir melhor os clientes destes setores de modo a que possam tirar partido, de forma segura, da inovação cloud e também simplifiquem as operações de segurança. ”

“Acreditamos que o futuro da computação cloud irá mudar, cada vez mais, para serviços privados e encriptados que dão aos utilizadores a confiança de que estão sempre no controlo da confidencialidade dos seus dados. A computação confidencial pode desbloquear cenários de computação que antes não eram possíveis” explica Nuno Vieira da Silva, Head da Google Cloud em Portugal




Deixe um comentário

O seu email não será publicado