Fujitsu acelera a transformação digital com o ETERNUS DSP

A Fujitsu anunciou o lançamento do ETERNUS DSP (Data Services Platform), uma solução de gestão de dados de alto volume para empresas que confiam em grandes quantidades de informações para obter sucesso.

O novo ETERNUS DSP permite que as organizações mantenham o controle de volumes de dados em rápido crescimento implementando uma abordagem de armazenamento como serviço ágil, altamente automatizada, inteligente e escalável, que abrange o data center e outros locais relevantes, além de a infraestrutura existente e legada com a qual as organizações estão enfrentando. Ao combinar os melhores recursos de armazenamento corporativo e gestão avançada de dados com recursos adicionais, como isolamento de rede e controle autónomo de acesso a dados numa única solução, o ETERNUS DSP controla até as aplicações mais exigentes e garante que as infra-estruturas de TI estão preparadas para as maiores procuras futuras .

No portfólio ETERNUS da Fujitsu , o armazenamento definido por software com a ETERNUS Data Services Platform é um software de gestão de dados baseado em servidor x86 . O uso destes servidores em hardware oferece um ambiente de armazenamento flexível que incorpora a tecnologia mais recente, incluindo maior capacidade e taxa de transferência da unidade de media. A solução permite expansão flexível e rápida,reduzindo a carga e os custos de gestão ao longo do ciclo de vida do sistema. O ETERNUS DSP fornece agilidade holística, desde a implantação até o uso de diferentes tipos de media e aproveitando ao máximo os elementos de infraestrutura existentes para trabalhar através de gerações de inovações tecnológicas e suportar uma ampla gama de recursos.

A Fujitsu continuará a ajudar os clientes a alcançar a transformação digital, fornecendo uma base de ponta com produtos de armazenamento e resolvendo seus desafios de gestão de dados.

Os recursos do ETERNUS

1. Crescimento de acordo com a procura. À medida que os clientes empresárias aceleram o DX, é um desafio prever com antecedência quantos dados ou desempenho serão alterados e isso dificulta a determinação dos investimentos corretos de armazenamento.

O ETERNUS DSP oferece um ambiente que incorpora de maneira flexível a tecnologia mais recente, o que pode aumentar a capacidade e a produtividade da unidade. 

A solução pode continuar a expandir-se à medida que se alinha às exigências dos clientes comerciais, pois pode começar de um mínimo de 3 nós e 60 terabytes de armazenamento e escalar de forma flexível para um máximo de 32 nós e aproximadamente 3 petabytes.

2. Variedade de operações autônomas e automatizadas. À medida que os sistemas se expandem, os relacionamentos entre dados e nós nos dispositivos de armazenamento se tornam mais complexos, sobrecarregando cada vez mais os fornecedores de datacenter e os administradores de sistemas de negócios.

Com esta solução, o sistema pode monitorizar o uso do armazenamento e carregar a polarização em cada nó e controlar autonomamente a locação e distribuição de dados para outros nós. Além disso, quando vários clientes ou vários departamentos de uma empresa usam o mesmo sistema de armazenamento, pode controlar a finalidade de dados que cada utilizador pode aceder e os direitos de acesso para operar, para que os utilizadores possam gerir e proteger os seus próprios dados com segurança, sem perturbar o administrador de armazenamento. Esta ação reduz o ónus da gestão de armazenamento em 70%.

3. Gestão avançada do ciclo de vida do sistema.  Durante uma atualização do sistema, um grande desafio de custo é substituir todo o armazenamento configurado de uma só vez. Para não afetar os sistemas operativos ou serviços, a migração de dados só pode ser feita à noite e nos fins de semana, e geralmente dura de semanas a meses.

O ETERNUS DSP pode ajudar os utilizadores a dividir grandes investimentos em vários projetos mais pequenos, permitindo que os nós sejam substituídos sequencialmente, dependendo de quando estes são implantados, começando com os nós que deixam de ser suportados. Os utilizadores também podem adicionar novos nós ao ambiente de armazenamento ativo, sem interromper os sistemas ou serviços e, ao mesmo tempo, migrar facilmente os dados do ecrã de gestão.

Planos futuros

A multinacional considerará a incorporação do Full Stack Storage Management desenvolvido pela Fujitsu no ETERNUS DSP, perfeito para reduzir a carga operacional dos operadores de data centers que possuem sistemas de virtualização em larga escala . Fornece maior visibilidade ao relacionamento entre o sistema virtual e os dados armazenados, bem como a carga de desempenho para cada ambiente virtualizado no espaço de armazenamento alocado para o sistema de virtualização em larga escala. A nova solução permitirá maior eficiência operacional.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado