Tech Data alarga oferta Cloud

O alargamento desta oferta Cloud Solution Factory com o Modern Workplace incluindo o Microsoft Secure Score, pretende estabelecer um reforço de políticas de segurança automatizada aos utilizadores do Office 365.

Esta oferta tem como objetivo ajudar as empresas a controlar de forma mais efetiva as estratégias de segurança, fornecendo uma alternativa aos níveis base da Microsoft Security Defaults . Entre as diversas capacidades disponíveis, a oferta flexível da Tech Data permite acesso condicionado customizado para Multi-Factor Authentication (MFA).  De forma a apoiar os métodos de autenticação existentes, os utilizadores podem ser excluídos, e outros métodos de acesso seguro podem ser introduzidos. Por fim, a oferta permite ainda criar perfis de acesso de emergência, também conhecidos como “break-glass accounts”, e outros requisitos de autenticação.

Com esta oferta, a Tech Data Cloud Solution Factory diz disponibilizar mais de 25 soluções pré-configuradas “Click-to-Run”, desenvolvidas para enfrentar uma diversidade de desafios que as empresas enfrentam à medida que entram na complexidade da transformação digital.

“Estas soluções estão alinhadas com a nossa estratégia de acrescentar elevado valor, fornecendo soluções completas escaláveis, seguras e robustas, que são totalmente controladas e podem ser implementadas em menos de 30 minutos”, refere Sergio Farache, vice-presidente sénior de estratégia, inovação, cloud e M&A da Tech Data. “Como especialistas em desenvolvimento de soluções e cloud,  a Tech Data é capaz de simplificar os processos de configuração e implementação em cloud, para que os nossos parceiros de canal possam responder aos seus clientes de forma rápida e eficazmente, reduzindo os riscos de cibersegurança. Além disso, estas soluções são cada vez mais importantes à medida que crescem as necessidades de tecnologias remotas no local de trabalho para empresas de todos os setores e regiões. ”

O Secure Score foi desenvolvido como uma estrutura de avaliação de risco que fornece um resumo da posição de segurança de uma empresa com base em critérios como identidade, dados, dispositivos e comportamento do utilizador. Os parceiros podem aproveitar o Microsoft Secure Score para consciencializar, acompanhar o progresso e incentivar melhorias promovendo um plano de segurança a longo prazo, enquanto gerem riscos com a ajuda do Modern Workplace with Secure Solution da Tech Data.

Os Service Providers podem avaliar rapidamente os ambientes de utilizador final, priorizar as etapas de correção e oferecer serviços profissionais para gerir e melhorar a segurança dos ambientes em cloud dos seus clientes. Além dos recursos flexíveis de autenticação, a Tech Data permite que os parceiros apliquem automaticamente prevenção de perda de dados e políticas avançadas de proteção contra ameaças para ajudar a mitigar os riscos associados à perda de dados e ataques por email.

“É fundamental proporcionar aos nossos clientes um ambiente de trabalho moderno e seguro, especialmente porque as empresas continuam a fornecer ambientes de trabalho flexíveis”, destaca Matt Tinney, CEO da Windows Management Experts Inc. “Através do Modern Workplace da Tech Data com o Secure Score, podemos aumentar o ambiente de segurança, além de fornecer controlo granular, políticas e exclusões personalizadas para utilizadores únicos acrescentando às configurações padrão de segurança oferecidas pelo Office 365. Além disso, reconhecemos a necessidade e o valor de oferecer uma resposta automatizada, mas flexível, de aplicar políticas de segurança e ajudar os nossos clientes a fazerem a transição para políticas de acesso condicional mais avançadas para autenticação “.

A metodologia Solution Factory da Tech Data permite que as empresas resolvam desafios de negócio através de soluções “click-to-run”, desenhadas para uma implementação simples e rápida. Estas soluções são desenvolvidas aproveitando a vasta experiência tecnológica e o ecossistema de fornecedores da Tech Data oferecendo resultados de negócio específicos nas áreas de cloud, analítica e IoT, e segurança.

[A Computerworld está em regime de teletrabalho com a ajuda da tp-link]




Deixe um comentário

O seu email não será publicado