Dell vende RSA e encaixa mais de dois mil milhões de dólares

A Dell está a vender a unidade de segurança RSA a um consórcio de investidores liderado pelo Symphony Technology Group por mais de dois mil milhões de dólares. Deste consorcio fazem parte investidores como o Ontario Teacher’s Pension Plan Board e a AlpInvest Partners.

Segundo a Dell, a venda da RSA e das suas subsidiárias, que incluem também a RSA Conference (que acontece anualmente em São Francisco), dão-se num momento que a empresa procura simplificar o seu portfólio. A RSA oferece tecnologias de segurança para detecção de ameaças e fornecimento de respostas, além de identificar e gerir acessos, assim como prevenção de fraude. A empresa conta com mais de 12.500 clientes.

Importa lembrar que a RSA, sob o chapéu da Dell, veio após a compra da EMC por 67 mil milhões de dólares em 2015. Antes (2006), a EMC tinha comprado a RSA por um preço semelhante que a aquele será vendido hoje – 2,1 mil milhões de dólares.

Em comunicado publicado no blog da Dell, o diretor executivo da Dell, Jeff Clarke, afirma que a venda da Dell dará mais flexibilidada para que a empresa se foque na inovação.

“As estratégias da RSA e da Dell Technologies evoluíram para atender a diferentes necessidades de negócios com diferentes modelos de entrada no mercado”, escreveu o executivo. “A venda da RSA dá-nos maior flexibilidade para focar na inovação integrada nas tecnologias da Dell, permitindo que a RSA se concentre em sua estratégia de fornecer às equipes de risco, segurança e fraude a capacidade de gerenciar holisticamente o risco digital”, completou. Esta justificação não nos convence. Parece-os mais uma necessidade de realizar capital, que é igualmente legítimo para uma empresa do setor como a grandeza da Dell, do que para focar na inovação seja necessário vender uma das mais credíveis empresas de cibersegurança, gestão de risco e prevenção de fraude.

Este negocio será concretizado num prazo de seis a nove meses.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado