Colt aumenta rede de fibra ótica em mais sete mil quilómetros

A Colt concluiu o projeto de densificação da sua rede de fibra ótica ao redor da cidade de Londres, adicionando 110kms de nova rede de fibra na cidade em que a empresa foi fundada.

Inserido na estratégia de crescimento da Colt, o projeto de Londres decorreu em paralelo com a expansão da sua IQ Network para os mercados da Europa Oriental, de Dublin e Berlim, corroborando a aposta da empresa na oferta de novas evoluções digitais de conectividade, capazes de transformarem a forma como o mundo funciona e assegurarem a transformação digital das organizações. 

Com este alargamento, a rede da Colt aumentou mais 7,000kms, incluindo a ligação de mais 10 novas cidades na Europa Oriental e mais de 300kms de fibra instalada em Londres, Dublin e Berlim. 

A expansão da IQ Network da Colt tem sido impulsionada pela procura dos clientes e pelas novas tendências da indústria, tais como o 5G. Até 2022, de acordo com o Visual Networking Index da Cisco,  22% do tráfego mundial de internet será proveniente de redes móveis, um aumento de 12% face a 2017. Este aumento da mobilidade reforça a importância crescente dos backbones de fibra fiáveis, ágeis e densos. 

Carl Grivner, CEO, da Colt afirma a este propósito: “Sabemos que, à medida que o mundo se move inexoravelmente para as redes sem fios, a fibra no solo torna-se cada vez mais importante. A Colt tem investido na rede de banda larga que possuímos, a Colt IQ Network, desde há vários anos, porque sabemos que é o nosso ativo mais valioso. Os projetos que anunciámos no ano passado na Europa Oriental, em Dublin e em Berlim, estão já a beneficiar os nossos clientes. A expansão da nossa rede em Londres, aumenta a nossa já impressionante pegada de fibra na capital do Reino Unido. Isto é particularmente emocionante para nós, porque fomos fundados em Londres há cerca de 28 anos atrás, e desde então temos visto as telecomunicações evoluírem brutalmente. Estamos muito satisfeitos por podermos dizer que preparámos a espinha dorsal da conectividade que está realmente pronta para funcionar na próxima década.”

Estes projetos de densificação que a Colt tem vindo a levar a cabo na sua rede nas várias áreas metropolitanas já citadas, estarão concluídos até meio deste ano, ainda que a maioria dos novos ativos já estejam prontos para comercialização agora. 




Deixe um comentário

O seu email não será publicado