Plataforma Think já opera em Portugal

A Tink permite que bancos, fintechs e startups de todas as dimensões desenvolvam serviços financeiros personalizados e inteligentes, lançou uma plataforma de open banking em Portugal.

Foto de Helena Lopes

Através deste lançamento em Portugal, a Tink permite a qualquer negócio ou programador desenvolver serviços financeiros – baseados em análise de dados – destinados a clientes bancários portugueses. A plataforma conecta-se com as APIs PSD2 das instituições financeiras portuguesas , abrangendo mais de 90% dos clientes bancários em Portugal. Ao estabelecer uma única API, a Tink permite aos seus utilizadores acederem a informação agregada sobre contas e transações enriquecidas que podem ser utilizadas para o desenvolvimento da próxima geração de serviços financeiros digitais.

Beatriz Gimenez, Country Manager da Tink para Espanha e Portugal explica em comunicado a imprensa: “Estamos ansiosos por ver como a nossa plataforma de open banking irá ajudar a impulsionar o ecossistema financeiro em Portugal. Convidamos, a partir de hoje, bancos, fintechs, startups e programadores portugueses a utilizar a Tink para criarem serviços financeiros do futuro e proporcionarem experiências inteligentes e personalizadas a milhões de clientes bancários portugueses.”

O primeiro serviço financeiro baseado na tecnologia Tink em Portugal foi lançado no passado mês de Setembro, quando a Caixa Geral de Depósitos (CGD) lançou e disponibilizou a sua aplicação financeira DABOX aos seus 4 milhões de clientes. A DABOX integra as capacidades da Tink na agregação de contas, iniciação de pagamentos, dados enriquecidos e gestão de finanças pessoais para permitir aos utilizadores da aplicação uma perspetiva global das suas finanças pessoais e ajudá-los a tomarem decisões financeiras mais inteligentes.

A Tink obtém informação financeira das principais instituições financeiras e bancos em Portugal.

Antes do lançamento da plataforma, a Tink colaborou com a SIBS ajudando as APIs do país a cumprirem os padrões exigidos pela regulamentação PSD2. 

Esta plataforma tem cerca de 4000 utilizadores em toda a Europa conectando-se a mais de 2500 bancos e abrangendo mais de 250 milhões de consumidores em toda a Europa. Com este lançamento em Portugal, a Tink completa a cobertura da Península Ibérica. .




Deixe um comentário

O seu email não será publicado