Estudo da Mastercard revela confiança dos portugueses em comprar online

Um estudo da Mastercard sobre comércio online, revela que 90% dos portugueses fazem compras online, sendo que apenas 30% fazem essas compras, pelo menos, uma vez por mês e outros 30% o fazem a cada 2/3 meses.

 Este comportamento é identicamente transversal às várias gerações e os artigos que mais compram provêm de lojas de roupa/calçado/acessórios, com mais de 21% das preferências. A seguir, as preferências vão para o ebay, com 20%, e para a Fnac, com 18%. Interessante verificar que o site chinês Aliexpress já é preferido por 18% dos portugueses para as suas compras.

 A forma de pagamento mais utilizada nestas compras ainda é a referência bancária. O cartão virtual é o segundo método de pagamento mais utilizado (35%), seguido, depois, pelo cartão de crédito (29%) e a transferência bancária (18%).

 No domínio do turismo e lazer, 81% dos portugueses refere comprar online viagens e reservar estadias e paga maioritariamente com cartão de crédito (42%). Já quando vai de férias, cerca de metade dos portugueses levanta dinheiro para levar consigo, cerca de 10% levanta dinheiro no destino e cerca de 35% paga todas as despesas no destino com cartão.

 Ainda em sintonia com estes números, apenas 28% dos portugueses dizem ter apps de mobilidade e, destes, 87% preferem a Uber.

 Ao nível das carteiras virtuais, 80% dos portugueses utiliza-as para as suas compras online e a preferida é a Paypal, com 71% das escolhas.

 Paulo Raposo, Director Geral da Mastercard em Portugal, retira, deste estudo, “duas conclusões principais:

– Estes números são um bom indicador, mas ainda muito modesto, sobretudo se tivermos em consideração o ritmo impressionante a que o comércio online está a crescer. Por outro lado, a utilização, também crescente, de smartphones, tablets ou outros dispositivos móveis com pequenos écrans vai, com certeza, alterar radicalmente este panorama em Portugal nos próximos anos.

– Verificamos que há, também, um caminho a percorrer no domínio das soluções de checkout. Ou seja, soluções de pagamento mais simples, que tornem a experiência de compra online muito melhor. Nesse sentido, a Mastercard apresentou, em 2018, uma nova tecnologia de pagamentos digitais que facilita as compras online, em sites e apps, acrescentando uma nova camada de segurança ao processo. Trata-se do Mastercard Digital Enablement Service (MDES).”

Na perspectiva dos comerciantes, Paulo Raposo destaca, ainda, “que o comércio digital tem sido uma tábua de salvação para muitos modelos de negócio, mas a mais recente pesquisa da Mastercard, realizada junto de um pequeno grupo de empresas europeias com lojas on-line, revelou que 75% destas desconhecem o novo padrão de segurança que entrará em vigor em setembro deste ano, por via da adoção da PSD2, a diretiva para os sistemas de pagamentos. O EMV 3-D Secure (ou EMV 3DS) vai dar início a uma nova era de segurança nas transações on-line e vai tornar-se no standard da autenticação forte (SCA) para a indústria dos pagamentos, uma vez que suporta novas tecnologias como, por exemplo, a autenticação biométrica. A SCA passa a ser obrigatória nos termos da Diretiva de Serviços de Pagamento 2 (PSD2) já a partir de setembro deste ano.”




Deixe um comentário

O seu email não será publicado