Edge, da Microsoft, suporta logon único

A Microsoft tenta estimular o uso da versão móvel pelos utilizadores de ambientes empresariais.

Por Gregg Keizer, da Computerworld (EUA)

As versões iOS e Android do browser da Microsoft Edge passaram a suportar um acesso único (single sign-on – SSO, em inglês) e acesso condicional – recursos cruciais de segurança, gestão e conveniência para empresas.

Integrar o Edge no telemóvel com um ecossistema empresarial mais amplo – aproveitando o SSO do Azure Active Directory (Azure AD), por exemplo – pode ser uma excelente tentativa da Microsoft de conseguir que os seus clientes mais importantes adotem o seu browser.

O uso do Edge no smartphone tem sido microscópico. De acordo com a Net Applications, fornecedor de análises, o Edge respondeu por apenas seis centésimos de um ponto percentual em março, ou mais de mil vezes menos que, o Google Chrome.

Entre, por favor

Os utilizadores do Edge podem agora iniciar aplicações da web conectados ao AD do Azure, de terceiros ou internos, sem precisar de digitar de novo as credenciais. Depois de efetuar login no dispositivo, todas as outras aplicações conectadas ao Azure-AD – aqueles designadas pela equipe de TI da organização – podem ser acessadas sem autenticação adicional.

O Edge pode substituir o desajeitado Intune Managed Browser – um navegador básico premiado anteriormente pelo status de gestão pela Microsoft – para SSO e, assim, otimizar o acesso a aplicações da web. (O Intune Managed Browser foi integrado pela primeira vez ao Azure AD e SSO em meados de 2017, meses antes do Edge ser lançado no iOS ou Android).

Esta é também uma forma de fomentar o uso do Edge, pois a Microsoft mantem a esperança que, utilizando o seu browser por razões profissionaisos, os ultilizadores acabarao por dispensar os navegadores padrão dos seus dispositivos móveis (Chrome para Android, Safari para iOS).

 




Deixe um comentário

O seu email não será publicado