Utilizadores esperam melhor acesso à educação e à saúde através da Internet

No dia em que se celebra o 30º aniversário da World Wide Web, a Cisco divulgou um estudo que revela o que as pessoas ambicionam para as próximas très décadas. 

 As pessoas esperam que o futuro da Internet passe pela melhoria da vida em sociedade, nomeadamente através do melhor acesso à educação e à saúde.

Estas são algumas das conclusões do estudo divulgado esta terça-feira pela Cisco, data em que se celebra o 30º aniversário da World Wide Web.

Até agora, a Internet tem permitido “conectar pessoas”, “optimizar a comunicação” e “novas formas de aprendizagem”, segundo as conclusões do estudo que inquiriu mais de 11 mil pessoas na Europa, Médio Oriente e África. .

A Cisco recorda que o primeiro website foi criado em 1990 (info.cern.ch), que a primeira encomenda online de comida para levar aconteceu em 1994 (pizza) e que a primeira conexão ao espaço teve lugar em 2010 (Cisco).

Mas o futuro, vai, para os inquiridos, muito mais longe. 63% dos inquiridos considera que a web irá, nos próximos anos, permitir um “melhor acesso à educação” enquanto 57% acreditam que irá melhorar o acesso à saúde.

Primeiros 30 anos: Informação e entretenimento 

Nos primeiros 30 anos da world wide web, a Internet permitiu aos consumidores manter-se actualizados e informados (74%), tirando partido do entretenimento (71%) e ainda manter o contacto com a família e amigos (70%).

Quem beneficiou mais até agora com a Internet foi a indústria de entretenimento (39%) bem como a indústria financeira (31%).

Nos próximos 30 anos os utilizadores esperam um melhor acesso à educação (63%) e um melhor acesso à saúde (57%). Quanto às indústrias que mais deverão beneficiar com os avanços tecnológicos da Web nas próximas três décadas, os utilizadores apontam para a “saúde” (34%) e educação (32%).




Deixe um comentário

O seu email não será publicado