BPI obtém acreditação de nível 2 pelo CMMI Institute

A entidade associada ao ISACA atesta o processo de desenvolvimento de software do departamento de SI do banco.

O BPI obteve a acreditação de maturidade de nível 2, do CMMI Institute, para o seu processo de desenvolvimento de software, segundo o modelo de engenharia DEV (ML2-Maturity Level 2). O reconhecimento atesta a qualidade, gestão e previsibilidade dos processos de desenvolvimento de aplicações de tecnologias de informação daquela equipa da instituição financeira.

Mas, além disso, sublinha o banco, reforça a sua capacidade de resposta quanto a exigências de entidades de supervisão bancária na área do risco tecnológico.

O CMMI Institute é uma organização subsidiária do ISACA (Information Systems Audit and Control Association), com génese na Universidade Carnegie Mellon (EUA). É uma entidade independente que disponibiliza modelos de referência focados na melhoria organizacional e optimização do desenvolvimento de aplicações de TI.

O programa de transformação digital do BPI utiliza um processo sistemático e repetível, com recurso a metodologias de Design Thinking e Agile, para desenvolvimento de processos e soluções.

Com o mesmo, o banco tem obtido reconhecimento nacional e internacional. Foi-lhe atribuído o prémio para melhor processo operacional digital (“Best Digital Operational Process”) nos Portugal Digital Awards. E, em 2017, o BPI foi finalista em três categorias dos Prémios FIA – Financial Innovation Awards 2017.

Um dos objectivos deste concurso é reconhecer aos melhores projectos no sector financeiro. As distinções são atribuídas pela University College of London, pelo London Institute of Banking & Finance e pela British Banking Association.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado