Fujitsu expande programa de co-criação

O fabricante abre em Munique o seu primeiro Digital Transformation Center (DTC) fora do Japão e prevê outros na Europa até final do ano.

A Fujitsu assinala esta sexta-feira o alargamento da programa de co-criação com clientes, com uma rede mundial de centros de transformação digital, os Digital Transformation Centers (DTC). O primeiro sedeado fora do Japão, abre esta semana em Munique, na Alemanha, e outros deverão ser abertos na Europa até final do ano, avança a empresa.

E o fabricante prevê abrir novas estruturas em Nova Iorque e Londres durante o próximo Verão.
Tendo como um dos seus objectivos, facilitar aos clientes a inovação, a criação de novos negócios e a melhoria do valor para o cliente num mundo digital, o programa dá-lhes acesso àmetodologia de Human Centric Experience Design (HXD) da Fujitsu.

Trata-se de abordagem específica da Fujitsu à Design Thinking focada em acelerar o processo de concepção. A abordagem coloca os utilizadores de tecnologia da Fujitsu e clientes finais daqueles no centro da fase de concepção crítica e assegura que todos os envolvidos no processo são co- criadores do conceito geral, detalha um comunicado.

Os workshops de co-criação aplicam a metodologia HXD, recorrendo também a um conjunto de mais de 800 cartões com ideias geradas através da colaboração com os clientes. “Isto ajuda os
clientes da Fujitsu a compreenderem melhor os desafios do seu negócio no contexto da sua estratégia global, ao mesmo tempo que permite dar um passo atrás para olhar para a questão através de um ângulo diferente”, explica a Fujitsu.

A metodologia, acrescenta o fabricante, promove o desenvolvimento rápido de esboços conceptuais e planos de trabalho conjunto para elevar os conceitos a um patamar seguinte.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado