Implantação multi-máquina chega aos Visual Studio Team Services

O recurso “Deployment Groups” permite a implementação de software coordenadas para vários servidores.

A Microsoft activou formalmente a capacidade de implantação para múltiplas máquinas no seu servidor de gestão de ciclo de vida de aplicações, o Visual Studio Team Foundation Server (TFS). Mas o recursos também é disponibilizado no Visual Studio Team Services, o complemento baseado em cloud computing para o TFS.

O conjunto de tecnologia para gestão de versões de software denomina-se Deployment Groups e permite que implantações de software para vários servidores,0 sejam coordenadas. Também suporta actualizações em continuidade e mantendo alta disponibilidade de serviços diz o fabricante.

As implantações podem ser feitas em servidores locais ou em máquinas virtuais na plataforma de cloud computing Azure ou nas de outros fornecedores. O recurso oferece rastreabilidade de extremo a extremo, sobre os artefactos implementados.

Outros recursos em implantações partilhadas:

‒ partilha de destinos de implementações em projectos de equipas usando repositórios de implantação. Isso funciona se os utilizadores estiverem a usar o mesmo servidor para alojar várias aplicações geridas por equipas diferentes;
‒ suporte à emissão de modelos ou templates de definições para implantação em vários destinos. São fornecidos para uma implantação em base de dados SQL online. Também existem modelos para servidores Internet Information Service (IIS);
‒ no aprovisionamento de máquinas virtuais (VM), uma funcionalidade melhorada do Azure Resource Group pode dinamicamente inicializar agentes em VM recém-provisionadas ou existentes na Azure;
‒ a experiência do utilizador foi melhorada para corresponder mais de perto parte restante do Team Services.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado