A ler: seis mitos sobre segurança em que os CEO acreditam

Para criar uma estratégia de segurança mais eficaz, os CSO precisam esclarecer algumas ideias incorrectas que muitos CEO gestores de topo ainda têm.

Os CEO estão encarregues de liderar todo o planeamento e operações nas suas empresas. É muita responsabilidade.

Por isso, podem ser desculpados por serem levados a acreditar que eles próprios – e as pessoas brilhantes e capazes que eles colocam a liderar a segurança de TI –  estão a tomar as medidas certas, nos sítios certos contra as ameaças certas.

Muitas vezes, no entanto, estão, de facto, a desperdiçar uma grande quantidade do orçamento de segurança de TI em coisas que, na realidade, não funcionam.

Os gestores de topo foram formatadas para acreditar num conjunto de mitos que se aproximam de um dogma inatingível e que simplesmente não é verdade. Quando se acredita nas coisas erradas, é difícil fazer as coisas certas com eficiência.

Descubra seis mitos em que os CEO habitualmente acreditam em matéria de segurança computacional

1. Os atacantes não podem ser parados;

2. Os hackers são brilhantes;

3. A segurança de TI sabe o que é necessário corrigir;

4. A conformidade da segurança é o mesmo que melhor segurança;

5. Correcções e actualizações estão sob controlo;

6. A formação em segurança dos colaboradores é adequada.

 

 




Deixe um comentário

O seu email não será publicado