Fim da Outlook Web App provoca descontentamento

A medida da Microsoft, agendada para Maio, afecta sobretudo utilizadores empresariais a quem a aplicação móvel do Outlook não satisfaz, por várias razões.

As aplicações móveis Outlook Web App (OWA) deverão deixar de funcionar a 15 de Maio, para iOS e Android, anunciou a Microsoft na semana passada. E a decisão foi mal recebida, mas as empresas devem preparar a mudança para outra aplicação móvel da empresa ou aceder aos actuais recursos por browser.

Alguns dos descontentes fizeram comentários em reposta ao anúncio da medida no blog da empresa. “[Eu uso a OWA] porque não é possível adicionar caixas de correio partilhadas na aplicação móvel do Outlook”, protestou Jarno Korterink. “Por favor, primeiro adicionem suporte a caixas de correio partilhadas na aplicação nativa de Outlook nativo antes de retirar a OWA”, sugeriu.

Sven Mihaly-Bison aprofundou a questão de Korterink. “O Outlook estará preparado para dar acesso a caixas de correio partilhadas alojadas nas instalações das empresas?. A OWA é a única ferramenta com a capacidade para fazer isso. Não é possível aceder a caixas de correio partilhadas do Exchange 2016 com o Outlook, pois o Exchange 2016 funciona apenas com WAP 2016 e WAP 2016 e não suporta IMAP “, explicou.

“Eu preciso de saber como os meus administradores devem aprovar emails em dispositivos móveis”, disse Robert Woods.

“Também preciso de saber como os meus utilizadores que não estão inscritos no Intune devem aceder à sua caixa de correio agora? Esta foi a nossa única alternativa para forçar os dispositivos Bring Your Own Device a serem integrados na gestão de dispositivos móveis, e parece que estão a retirar esse recurso sem oferecer uma substituição. Nós pagamos por esses recursos”, protestou.

No próximo mês a Microsoft vai retirar a OWA da App Store da Apple e do Google Play.

Para crédito da Microsoft, a empresa respondeu à maioria das reclamações. Mas a algumas pessoas descontentes foi recomendado que acedessem à OWA através do browser. Esse acesso continuará disponível depois de os da OWA parar de funcionar nos dispositivos.

“Os utilizadores do Office 365 que tentem abrir a app serão saudados com uma mensagem direccionando-os para fazer o download do Outlook para iOS ou Android”, adiantou Eugenie Burrage, da equipa de marketing de produtos do fabricante.

No próximo mês a Microsoft vai retirar a OWA da App Store da Apple e do Google Play. Em seguida, começará a avisar os utilizadores sobre a data de 15 de Maio. As referidas aplicações oferecem a mesma funcionalidade da OWA usada num browser, permitindo o acesso emails, agendas e contactos alojados num servidor Exchange hospedado pela Microsoft. Mas estão disponíveis apenas para funcionários abrangidos pela assinatura do Office 365 do empregador.

Desde que a Microsoft apresentou aplicações com a marca Outlook para iOS, e depois para Android, em Janeiro de 2015, era certo que a empresa acabaria por eliminar a OWA.

“Deixamos a OWA para iPhone / iPad / Android no mercado por enquanto, porque existem alguns recursos avançados do Office 365 e do Exchange Server que não estão disponíveis na app Outlook. Os clientes que precisem destas funcionalidades avançadas (por exemplo, de segurança) podem continuar a usar a OWA para iPhone / iPad / Android até que esses recursos estarem disponíveis no Outlook “, disse o fabricante na altura. Esse período parece ter chegado ao fim.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado