JavaFX será retirada do Java JDK

A remoção da tecnologia deverá evoluir autonomamente e já fora do JDK 11.

A tecnologia para Java, de desenvolvimento de software cliente enriquecido, a JavaFX, será removida do Java Development Kit (JDK). Disponibilizada pela Oracle há dez anos, seguirá o seu processo autónomo de evolução.

Ao ter o seu próprio módulo ficará mais fácil de ser adoptada e abre-se caminho a contribuições de mais intervenientes, acredita o fabricante. Na sua visão, com a nova agenda prevista de actualizações mais frequentes para a linguagem Java, e respectivo kit de desenvolvimento, o JavaFX precisa de ter o seu próprio ritmo.

Este será promovido pelas contribuições da Oracle e de outros intervenientes na comunidade OpenJFX. O JavaFX já não fará parte do JDK 21, previsto para Setembro de 2018.

Permanecerá no JDK 10 que será disponibilizado durante a próxima Primavera, segundo a referida agenda. O suporte comercial para o JavaFX no JDK 8 continuará até pelo menos 2022. Com um conjunto de pacotes de software para elementos gráficos e de media, o JavaFX faz parte do JDK desde 2012.

Tal como o Silverlight e o Flash Player, o JavaFX foi perdendo importância, conforme os programadores procuraram usar mais tecnologias baseadas em normas, particularmente a HTML5.

Foi introduzido em Maio de 2007 pelo fabricante fundador da Java, a Sun Microsystems. Tratou-se de uma tentativa de colocar a linguagem na vanguarda do desenvolvimento de software cliente enriquecido, nos desktops e dispositivos móveis. E assim compete com o Adobe Flash e o Microsoft Silverlight.

A Oracle assumiu o controle sobre a tecnologia quando adquiriu a Sun em 2010. Tornou-se código aberto em 2011, teve adopção mas sem relevância muito marcada.

Tal como o Silverlight e o Flash Player, o JavaFX perdeu importância, conforme os programadores procuraram usar mais tecnologias baseadas em normas, particularmente a HTML5, para desenvolver aplicações enriquecidas para Internet.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado