Nova SBE assina acordo com a Cisco

O vínculo prevê o fornecimento de equipamento de rede e e um centro de experimentação de TIC.

A Cisco revela que o seu CEO, Chuck Robbins, assinou um acordo de parceria com a Nova School of Business & Economics (Nova SBE), envolvendo o fornecimento de equipamento de rede. O vínculo, oficializado na passada quinta-feira, prevê ainda a instalação de uma estrutura de experimentação de TIC, o Experience Hub, no novo campus da instituição de ensino.

As duas entidades têm a expectativa de que com base na arquitectura de rede fornecida pela Cisco, a Digital Network Architecture (DNA), seja possível à rede da universidade suportar a disponibilização de “serviços vantajosos” para docentes e alunos, com aumentos de eficiências operacionais.

Na infra-estrutura de comunicações será integrada a plataforma Cisco DevNet, a qual deverá reunir ferramentas proprietárias, mas também open source. “Esta plataforma estará disponível para que os alunos possam desenvolver novos softwares e infra-estruturas, integrados com outros produtos da Cisco e API”, refere um comunicado.

“Com a tecnologia Cisco, a Nova SBE poderá conectar-se à rede mundial de Centros de Inovação da Cisco”, acrescenta Chuck Robbins. O “Experience Hub” É apresentado como espaço no qual “tanto pessoas como empresas podem experienciar a tecnologia e compreender o seu impacto na sociedade, juntando a comunidade: académicos, antigos alunos, alunos, startups, investidores, entre outros”.

Ainda no âmbito do acordo serão implantados programas de formação em tecnologias de rede, as “Academias Cisco”.

As entidades pretendem que seja também ponto de encontro para pessoas e empresas que estejam à procura de resolver problemas “empresariais e sociais complexos”. A estrutura deverá primar pela segurança, sugere um comunicado, sobre o acordo estabelecido aquando da visita do CEO para assinar um memorando de entendimento com o Governo.   

Ainda no âmbito do acordo serão implantados programas de formação em tecnologias de rede, as “Academias Cisco”. “Os nossos objectivos são de longo prazo e queremos assumir um papel relevante no crescimento e competitividade do país acreditando que este está dependente das competências digitais dos cidadãos”, declara Sofia Tenreiro, directora-geral da Cisco Portugal.

A Nova SBE conta com 200 professores e investigadores de todo o mundo, e 3000 estudantes internacionais inscritos, de mais de 50 nacionalidades diferentes.  “Ao assinarmos este acordo com a Cisco, posicionamo-nos não só na linha da frente da qualidade de ensino, mas também na inovação e é aí que pretendemos manter-nos”, considera Pedro Santa Clara, presidente da Fundação Alfredo de Sousa e professor da Nova SBE.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado