Transformação digital chegou às fábricas da Elis

A Vodafone foi responsável pela instalação de uma solução de indústria 4.0 em três fábricas da Elis. Uma quarta unidade, ainda em construção, vai adoptar o mesmo modelo.

A unidade de Torres Vedras vai incluir a solução já adoptada nas três fábricas em funcionamento.

A Elis implementou uma solução integrada de Internet das Coisas (IoT) que abrange a monitorização de consumos energéticos, industriais e controlo da pegada ecológica em três fábricas. O modelo será ainda implementado na nova unidade industrial da empresa, ainda em construção, em Torres Vedras.

A Elis é uma empresa multi-serviços de aluguer e manutenção de roupa lisa para a hotelaria e restauração, vestuário de trabalho, equipamentos de higiene e bem-estar, bebidas (água e café) e controlo de pragas.

A implantação do projecto esteve a cargo da Vodafone Portugal, em parceria com a Thinkdigital. A Vodafone explica em comunicado que este projecto “de elevada amplitude e sofisticação tecnológica, alia digitalização e indústria e dá resposta à ambição da Elis em acompanhar a revolução em curso”.

Em comunicado, a Vodafone Portugal refere que “a Elis pretende modificar processos e ritmos de trabalho para materializar os novos paradigmas de negócio e alcançar uma efetiva maturidade digital”. A multinacional de origem francesa, cotada na bolsa de Paris, tem 140 anos experiência, e está presente em 28 países em dois continentes.

A “implementação de todo o modelo, e acompanhamento pelo gestor, permite identificar disfunções industriais, na óptica preventiva e correctiva. Ou seja, a intervenção da manutenção permite antecipar situações de ruptura, que implicariam paragens industriais”.

A solução IoT escolhida (Smart Buildings) foi testada durante um ano com o recurso a uma versão piloto, na unidade fabril de Porto Alto. “Após confirmação de uma maior eficácia na gestão de processos fabris e eficiência na utilização dos recursos, o projecto, desenvolvido pela Vodafone Portugal em parceria com a Thinkdigital, foi implementado, no final de 2017 nas três unidades fabris”, em Famalicão, Porto Alto e Algoz.

O modelo digital será também implementado na nova unidade da Elis, actualmente em construção em Torres Vedras. O projecto, num investimento total de 20 milhões que irá duplicar a capacidade actual implantada, tem arranque previsto para Julho 2018. Para a concretização deste projecto foram instaladas dezenas de equipamentos nas várias unidades fabris, suportados pela rede de última geração da Vodafone.

45% da faturação da Elis resulta dos serviços de aluguer e limpeza de roupa para o sector hoteleiro, um sector que se caracteriza por uma elevada sazonalidade. Durante cinco meses as unidades trabalham em três turnos e nos restantes apenas dois. Em determinadas alguras do anos as três unidades chegam a lavar mais de 160 toneladas diárias de roupa em Portugal. Em 2017, a média semanal (5 dias) de roupa lavada foi de 600 toneladas.

A solução permite ainda assegurar uma atitude ambiental activa, identificar consumos energéticos e custos associados, ajudando na tomada de decisões de gestão mais racionais e na medição da produtividade.  

A Vodafone explica que a “implementação de todo o modelo, e acompanhamento pelo gestor, permite identificar disfunções industriais, na óptica preventiva e correctiva. Ou seja, a intervenção da manutenção permite antecipar situações de ruptura, que implicariam paragens industriais”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado