Formação presencial da Google volta em Março

A Google anunciou esta quinta-feira que já formou mais de 35 mil portugueses em competências digitais.

(da esquerda para a direita) Isabel Nunes, pró-reitora da Universidade Nova de Lisboa; Pedro Dominguinhos, presidente do Instituto Politécnico de Setúbal; Bernardo Correia, director-geral da Google Portugal; Manuel Caldeira Cabral, ministro da Economia; Francisco Ruiz Anton, director de assuntos institucionais da Google Portugal e Espanha; Patrícia Farinha, directora executiva da SIC Esperança; Nuno Mangas, presidente do conselho coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos; e Gonçalo Paiva Dias, vice-reitor da Universidade de Aveiro.

A formação em competências digitais da Google, na modalidade presencial, vai regressar em Março, em Setúbal. A informação foi avançada esta quinta-feira, no dia em que a Google anunciou que já “treinou” 35115 portugueses em competências digitais online e em sessões presenciais, no âmbito do “Atelier Digital”, desde Dezembro de 2016.

A Google anunciou também que a formação online continua, estando disponíveis três novos módulos de aprendizagem desde Dezembro.

A formação presencial já se realizou em Lisboa, Setúbal, Leiria, Aveiro, Porto e Peniche e recomeça em Março, em Setúbal.

Em 2018, “querermos fazer mais e ainda melhor e mantendo o desígnio de pretendermos continuar a ser um motor de crescimento para Portugal e para a Europa”, explica Francisco Ruiz Anton, director de assuntos institucionais da Google Portugal e Espanha.

A formação em matéria de competências digitais é um dos pilares do programa Indústria 4.0 lançado pelo Governo. Manuel Caldeira Cabral, ministro da Economia, considera que iniciativas como estas aceleram a “introdução de tecnologia na economia” e contribuem para “responder ao desafio da competitividade das empresas”.

O número expressivo de cidadãos que participaram e concluíram a iniciativa do Atelier Digital reforça o esforço prosseguido pelo XXI Governo, no sentido da mobilização nacional para a aprendizagem de competências digitais e para posicionar Portugal no grupo de topo dos países europeus nesta área, em particular através da Iniciativa Nacional Competências Digitais e.2030, Portugal INCoDE.2030”, afirma Maria Fernanda Rollo, Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O “Atelier Digital” conta com o apoio da secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos e da SIC Esperança.

O projecto da Google visa formar os portugueses (com ou sem formação académica, empregados ou desempregados) em competências digitais e de forma gratuita, dotando-os das ferramentas necessárias para aproveitarem as oportunidades da digitalização da economia e a contribuir para fomentar o empreendedorismo em Portugal.

No mês de Dezembro, foram acrescentados três novos módulos de aprendizagem (Planear a sua estratégia empresarial online; Começar a utilizar o marketing de conteúdo e Transformar dados em informações) bem como dois módulos adicionais (Aumentar a produtividade no trabalho; Introdução à Aprendizagem Automática) à formação online, passando agora a totalizar 26 módulos que cobrem diferentes áreas do marketing digital. A formação baseia-se em tutoriais em vídeo seguidos de actividades. No final, os formandos terão disponível um teste que lhes permitirá obter uma certificação reconhecida pela IAB Europe.

A formação presencial irá continuar a ter como tema central o Marketing Digital e inclui formação em optimização para motores de pesquisa (SEO), marketing para motores de pesquisa (SEM), marketing nas redes sociais e mobile, análise de Web e Internacionalização conciliando teoria e prática. No final, e após testes com aproveitamento, cada formando recebe um certificado. A primeira formação presencial de 2018 terá lugar de 28 de Fevereiro a 2 de Março no Instituto Politécnico de Setúbal.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado