PLMJ vai ter curso em Inteligência Artificial e Direito

A formação de nível avançado começa de 21 de Fevereiro.

Manuel Lopes Rocha, sócio e coordenador da PLMJ Propriedade Intelectual

A PLMJ Advogados vai organizar um curso avançado em Inteligência Artificial e Direito, com início no dia 21 de Fevereiro no Auditório PLMJ, em Lisboa. A formação reúne vários especialistas de vários campos de investigação ligadas àquelas áreas sendo dirigida a académicos, cientistas, juristas, jornalistas e líderes de opinião e demais interessados.

Com 15 sessões, será leccionado por docentes e responsáveis do Instituto Superior Técnico, Nova Information Management School, Google, Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa, Instituto de Saúde Ambiental, COTEC Portugal, ICT Legal Consulting e Sócios. Directores, consultores e advogados da PLMJ, também estão incluídos no quadro de formadores do curso programado para 45 horas de duração.

O curso avançado está dividido em quatro partes:

‒ Inteligência Artificial Hoje;
‒ Robotética/Robothumanidade;
‒ Inteligência Artificial nas Profissões Jurídicas;
‒ Direito da Inteligência Artificial.

Nas sessões serão abordados assuntos mais específicos relacionados com aprendizagem automática, cloud computing, blockchain, as aplicações de robótica. O programa incide também nos problemas éticos para as organizações e diferentes áreas de trabalho, nas consequências da automatização para as profissões jurídicas.

Temas de responsabilidade civil, gestão da privacidade e direitos de autor, serão igualmente abordados segundo um comunicados.

“O Curso Avançado em Inteligência Artificial e Direito é uma excelente oportunidade para todos os que desejem aprofundar os seus conhecimentos, sob uma ótica jurídica, da influência da Inteligência Artificial na Ética, Humanidade, relações laborais, sociais e familiares dos indivíduos. A crescente transformação tecnológica e os desafios decorrentes do novo pluralismo jurídico, são temas que estão cada vez mais na atualidade e que urgem ser discutidos”, considera Manuel Lopes Rocha, coordenador do curso avançado, sócio e coordenador da PLMJ Propriedade Intelectual.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado