Penetração de banca online recuperou em 2017

Depois de uma ligeira queda ou estagnação, a percentagem de utilizadores cresceu para 31.8%

Perto de dois milhões e 721 mil residentes no Continente Português, com 15 e mais anos, usam serviços de banca online de acordo como estudo “Basef Banca” da Marktest. O número corresponde a uma quota geral de 31.8%, que voltou a crescer em 2017 depois de ter caído para os 29,7%.

De acordo com o trabalho, 36.9% daquele residentes es que possuem conta bancária, usam serviços de banca online. O quadro disponibilizado pela Marktest mostra como a penetração de banca online triplicou desde 2003, quando 10,4% dos portugueses referiam possuir/utilizar o serviço.

Segundo a consultora a adopção dos serviços é especialmente segmentada por idade e por classe social. “Entre as idades, os valores oscilam entre um mínimo de 9,1% junto dos indivíduos com mais de 64 anos e um máximo de 56.4% entre os indivíduos dos 25 aos 34 anos”, especifica no seu boletim informativo.

Numa perspectiva social a classe média baixa e baixa regista uma quota de 17,2% enquanto a alta/média alta chega aos 63,8%.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado