Altice inaugura espaço para desenvolvimento de IoT

O Golabs.IoT funcionará numa lógica de agregação de parcerias e nasce de um memorando de entendimento com a Huawei.

Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal

A Altice Portugal criou uma estrutura específica para desenvolvimento e experimentação de soluções baseadas em IoT Golabs.IoT. O operador pretende que este funcione “numa lógica de agregação de parcerias estratégicas entre os principais stakeholders do setor e dinamização do ecossistema tecnológico e económico português”.

“No Golabs.IoT, fabricantes, indústria, academia e startups, muitas associadas ao programa ENTER e ao IoT Challenge da Altice Portugal, serão integrados numa agenda de acolhimento laboratorial de soluções, suporte na sua evolução até ao mercado e lançamento de serviços inovadores e competitivos, num contributo estruturado para a geração de emprego qualificado e a promoção de novos segmentos de negócio”, explic um comunicado.

Em experimentação está no Golabs.IoT um conjunto de soluções, incluindo dispositivos de telecontagem de água, num projecto dinamizado em conjunto com a tecnologia
de rádio e plataforma IoT da Huawei. Localizado no edifício sede da Altice Portugal, em Lisboa, o Golabs.IoT resulta de um memorando de entendimento celebrado entre a Altice Portugal e aquele fabricante, durante o Mobile World Congress 2017.

Além da referida solução o espaço apresenta sistemas de monitorização industrial e ambiental e de gestão de estacionamento, baseados na plataforma IoT Place e conetividade Narrowband IoT (NB-IoT).

Com a iniciativa a Altice Portugal quer ser “o ponto focal entre parcerias e parceiros”, assegurando três grandesvectores:

‒ Inovação, assumida como exploração e definição de requisitos técnicos e suporte ao
desenvolvimento;

‒ Certificação: validação da qualidade das soluções IoT;

‒ Integração: enquadramento das soluções no ecossistema Golabs.IoT.

Para sustentar que a Altice Portugal oferece as condições de infra-estrutura e tecnológicas mais adequadas a projectos de IoT o CEO da empresa, Alexandre Fonseca, a rede 4G o operador tem cobertura superior a 95% da população e a 4G+ atinge os 60%. Recorda ainda que a Altice Portugal quer levar a nova geração de fibra óptica até 5,3 milhões de casas e empresas até 2020 (em dezembro de 2017 atingiu um total de 4,2 milhões”.

Segundo Chris Lu, CEO da Huawei Portugal, “com a aceleração do desenvolvimento da tecnologia NB-IOT, estamos no momento certo para estender a comunicação H2H (human to human) para M2M (machine to machine)”.

A IoT é assinalada pela Gartner como um dos factores fundamentais de investimento em TI, durante 2018. Constitui também uma prioridade estratégica da União Europeia.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado