Associação de ciência dos dados quer atrair empresas para Portugal

A “Data Science Portuguese Association” pretende atrair empresas e pessoas para que se fixem em Portugal e promover o ensino daquelas matérias.

A recém-criada Data Science Portuguese Association pretende estabelecer-se como um movimento concertado nos planos nacional e internacional no domínio de data science com a missão de “To empower Data Science for a Better World”.

Os objectivos da nova organização passam por atrair empresas e recursos humanos para se fixarem em Portugal e pela cooperação no ensino de ciência dos dados.

A associação quer também destacar-se na promoção da ciência dos dados a nível nacional e internacional, na partilha de experiências, inovações e histórias de sucesso; na representação do setor de data sSience perante as entidades reguladoras; na promoção de regulação, ética e segurança; na promoção do empreendedorismo e inovação das empresas portuguesas; entre outras vertentes.

A Associação pretende acolher associados com perfis diversificados desde estudantes a profissionais no activo, passando por associados institucionais ou empresariais.

O plano de actividades para 2018 prevê a organização de wortkshops e reuniões de trabalho e um concurso internacional de ciência dos dados. A primeira conferência internacional deverá realizar-se no segundo semestre.

Fernando Matos, presidente da Direcção da Data Science Portuguese Association, sublinha a importância da “atracção de empresas e talento exterior para a sua fixação em Portugal e a cooperação no ensino de data science”.

Guilherme Ramos Pereira, director executivo da nova associação, considera que “a DSPA contribuirá claramente para a escalada internacional do ecossistema português de produtos e serviços de base tecnológica, cimentando o posicionamento já conquistado pelo país neste domínio”.




Deixe um comentário

O seu email não será publicado